Biodiesel, afinal é pior a emenda que o soneto

BiodieselSempre me interessei por outras formas de energia mais ecológicas para serem usadas nos automóveis e até pouco tempo até achava que o biodiesel era uma boa solução no entanto nunca me interessei muito pelo assunto até que decidi investigar um pouco e lembrei-me do nosso Alentejo.

É verdade, o que antigamente era chamado de “celeiro de Portugal” agora é um pequeno deserto, monoculturas intensivas tendem a desertificar os solos e a consumir recursos elevados com o tempo para que sejam produtivos. É isto que queremos? Afinal o problema do aquecimento global combate-se com a desertificação dos solos?

Verdade seja dita, os motores a gasóleo são mais poluentes que os motores a gasolina, apesar de o nosso governo indicar o contrário com os seus incentivos, então porque vamos apostar no biodiesel? Se calhar poderiamos aproveitar para pequenas frotas agricolas os óleos usados, reutilizando este excedente poluente queimando-o em forma de energia.

É pena que, tal como fazem ao gasóleo, promovam o biodiesel como um combustível limpo e amigo do ambiente. Venha daí o gás natural, os carros a células de combustível ou 100% eléctricos, apresentem esses como verdadeiras alternativas, tudo o resto são combustíveis de transição!

MG Metro 6R4Combustível Galp GforceSprint Total

Comentários a “Biodiesel, afinal é pior a emenda que o soneto”

Não existem comentários a este artigo.
Inicie a discussão, envie o seu comentário

Adicionar um comentário

Quer adicionar uma imagem pessoal ao seu comentário? Registe-se gratuitamente em Gravatar

Adicionar comentário

Copyright © 2005 - 2017 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.