Cash For Clunkers, a nova asneira dos USA

Publicado a por Eduardo

Estupidez americanaVamos ajudar o ambiente e a economia? Então entreguem os vossos carros velhos ou que consumam muito que nós fornecemos um valor para ajudar a comprar um carro novo e mais económico. Ah, no processo vamos ter que acelerar até o motor partir para que o carro depois seja destruido numa sucateira.

Basicamente é este o programa Cash for Clunkers. Se por cá um carro é entregue e desmantelado, permitindo a sua reciclagem de forma eficiente (cerca de 80%) e colocar no mercado das sucatas algumas peças de substituição, nos USA têm que fazer as coisas à grande, à maneira deles.

Eu não sou anti-America, mas o mercado automóvel norte-americano é muito atrasado, e este programa de abate vem reforçar essa ideia. Sabiam vocês que no programa de incentivo ao abate perdem tempo a colocar uma mistura de silica ou ácido e água em vez de óleo e ficam a acelerar durante alguns minutos até o motor gripar? Pelo caminho gastam recursos, queimam combustível e alguns dos carros até começam a arder no processo, e pela quantidade de vídeos no Youtube que encontrei está visto que é comum alguns arderem.

A estupidez americana voltou a surpreender, gostaria de saber o que vai na cabeça das abéculas que acharam que seria uma boa ideia destruir os motores desta maneira sem um plano de reciclagem e recuperação de materiais eficaz.

Artigos relacionados

A nossa autoridade em acção: Contra-mão em Braga
A nossa autoridade em acção: Contra-mão em Braga
Ontem andava a "passear" pelo Youtube e encontrei um vídeo que me deixou boquiaberto de ter tanta asneira junta, o pior mesmo é que o...
Nova etiqueta de pneus em Novembro de 2012
Nova etiqueta de pneus em Novembro de 2012
A partir de 1 de Novembro de 2012 passa a ser obrigatória uma etiqueta com informações sobre o consumo de combustível, aderência em piso molhado e ruído dos pneus.
A 2ª Circular vai ser a nova Feira Popular
A 2ª Circular vai ser a nova Feira Popular
A CML que transformar o principal acesso a Lisboa, a 2ª Circular, numa avenida reduzindo o número de faixas úteis e a velocidade de circulação.

Comentários

sngd
sngd
27/08/2009 22:30
Sou um leitor assíduo do teu blog, apesar de nunca ter participado.

Ao ler o teu post (finalmente!) tive de discordar da tua posição. O programa C.A.R.S. parece-me um excelente programa para tentar revitalizar o mercado (e o parque) automóvel dos Estados Unidos, existindo regras específicas quando ao "trade-off", sendo veículos altamente poluentes tipo SUV (e afins americanos) os mais beneficiados.

A destruição dos motores é essencial, porque se não, correr-se-ia o risco de acontecer o mesmo que aconteceu na Alemanhã (obviamente, se o programa C.A.R.S. é, no meu entender, bom, tinha de ter sido inventado por Europeus - e foi), ou seja, aumentaram as exportações paralelas de forma brutal e 60% (salvo erro) dos veículos foram clandestinamente reintroduzidos no parque automóvel.

Ao utilizar a solução de sílica, garante-se que o motor NUNCA mais funcionará, sendo necessário refazer o motor todo para o mesmo funcionar.

Ao mesmo tempo, poder-se-á utilizar determinadas partes dos carros para reciclar - bancos borrachas plasticos - ou reintroduzir no mercado - tal como determinadas peças.

Acho mesmo que é um bom programa, e não dão (davam porque já acabou), 1500 euros por um carro com mais de X anos... li relatos de incentivos que rondavam 7.000 - 8.000 dolares. Num mercado onde um carro bastante aceitável custa cerca de 12.000-15.000 dolares, parece-me uma redução brutal.

O programa apenas falhou, porque a marca que mais vendeu foi a Toyota e não as marcas domésticas!
Eduardo
27/08/2009 22:55
Gostei do ponto de vista. Eu também acho que é um bom programa, já o nosso o é mas peca pelo baixo valor que dão por um carro e todos sabemos como anda o poder de compra dos portugueses.

A mim só me faz "comichão" a forma como são processados os automóveis depois de serem entregues, até porque o motor não é destruido na presença do proprietário e depois o carro é compactado, não existe um desmantelamento da viatura.
SBang
SBang
27/08/2009 23:01
li num jornal que o carro que mais venderam foi o toyota corolla. sempre serviu para tirar uns suv da estrada
Sam
Sam
07/09/2009 15:08
Eu também acho que deviam "rebentar" com o motor por cá... é que a maioria dos stands que recebem estes carros, voltam a reintroduzi-los no mercado! Conheço o caso de uma pessoa que recebeu uma multa de um carro que tinha dado para abate!
Eduardo
07/09/2009 16:20
Acho isso estranho porque na altura do abate da viatura é passado um documento que confirma o cancelamento da matrícula. Se tal não aconteceu o abate foi feito de forma ilegal pelo stand e nada melhor que denunciar esses casos nos meios respectivos.

Adicionar comentário

Obrigado, o seu comentário encontra-se a aguardar aprovação. Receberá um email quando este for publicado
Existem erros no formulário, por favor reveja os campos assinalados.
O seu email apenas é usado para controlo de Spam e apresentar a sua imagem personalizada através do serviço Gravatar