A visualizar apenas posts da categoria Automóveis Ecológicos

GPL não é Gás Natural (GNC)

Bomba de GPLO Autogás ou GPL (Gás de Petróleo Liquefeito) não é a mesma coisa que Gás Natural (GNC). O GPL é o gás usado normalmente nos automóveis ligeiros, é uma mistura de propano e butano feita a pensar nos automóveis para um melhor desempenho. É armazenado em estado liquido. A sua autonomia é semelhante a um carro a gasolina, tendo em conta uma capacidade igual entre depósitos e os carros a gasolina são facilmente convertidos para este combustível.

O GNC é usado principalmente por frotas (camiões, autocarros) mas existe oferta de viaturas ligeiras a GNC. Neste caso são as viaturas que são fabricadas a pensar no GNC, o espaço ocupado pelos depósitos é superior mas a sua autonomia e performance é reduzida.

Em Portugal existem cerca de 350 postos de abastecimento a GPL e cerca de 40.000 viaturas a circular a GPL. Só existem 5 postos de abastecimento de GNC, apenas um é público. Apenas existem 23 viaturas privadas a GNC em Portugal.

Ao comprarem um fogão ou um esquentador também escolhem entre butano/propano ou gás natural e percebem as diferenças que existem, o mesmo se aplica a uma viatura a gás, pode ser GPL ou GNC.

Espero assim que percebam as diferenças entre estes dois combustíveis, que é maior que a diferença entre uma viatura a gasolina ou a gasóleo.

Ecodriving: Velocidade vs Consumo

Velocidade vs ConsumoContinuando com o tema do ecodriving venho agora falar de algo que para a maioria dos automobilistas é inversamente proporcional, falo da velocidade e do consumo de combustível.

O senso comum diz-nos que quanto mais velocidade, mais combustível será necessário para manter o carro em marcha, no entanto esta afirmação não é totalmente correcta. Na realidade é preferível acelerar um pouco ao início para colocar o carro a uma velocidade mais elevada e depois dosear correctamente o acelerador para aproveitar o declive do terreno e ir embalando o carro. Pode custar um pouco olhar para o computador de bordo e ver o consumo instantâneo subir para valores de 20l/100km, mas no final podemos ter um consumo em plano de apenas 5l/100km a 120km/h contra um consumo de 6l/100km a 90km/h.

A razão de uma velocidade superior ser benéfica para os consumos é simples, se numa descida vamos a travar depois o carro não vai ter embalo suficiente para uma subida que se segue por exemplo, o carro acaba por morrer e temos que recorrer à caixa para uma mudança abaixo e isto aumenta o consumo de combustível. Se em vez disso acelerarmos ligeiramente para ganhar algum embalo vamos ter uma margem superior em termos de velocidade para permitir que o carro suba com um consumo mais baixo.

Acima de tudo devemos planear atempadamente o tipo de percurso que se segue à nossa frente, se temos uma subida devemos sempre ganhar velocidade num terreno plano ou com inclinação favorável à direcção da viatura uma vez que o consumo nessa zona é mais baixo, permitindo efectuar a subida calmamente. Em termos de consumo é melhor ir em terreno plano a gastar 8l/100km e a subir 11l/100km do que ir em terreno plano a gastar 4l/100km e depois ser necessário gastar 20l/100km ou mais para fazer uma subida.

Ganhei um GPS a meter GPL, ena pá!

GPL Auto - Galp campanha GPSJá tinha falado aqui no blog sobre uma promoção da Galp que oferecia GPS ao abastecer GPL, entre outras ofertas. Num fórum de GPL já andavam os cépticos a dizer que era tudo mentira e que até andavam a aumentar o gás para pagar os brindes (típico do português).

Pois, hoje recebo um telefonema da Galp Energia, pensei logo “Queres ver que é por causa do Mais Gasolina?”, mas afinal era sobre a campanha da Galp onde diziam que tinha ganho um GPS. Até fiquei sem reacção porque pensei que já os tivessem atribuído, mas afinal era mesmo isso!

Ainda fizeram umas perguntas, perguntaram onde abastecia, disse que realmente o GPL da Repsol era melhor mas que os postos de abastecimento da Galp de GPL eram superiores e ficou anotada a “reclamação”.

Estou mesmo contente, não só por ter ganho o GPS, mas por saber que a Galp está empenhada em melhorar o seu produto e satisfazer os seus clientes de GPL.

Evitar o efeito de onda (ou efeito zero) no trânsito

TrânsitoUltimamente não se fala de outra coisa a não ser o aumento do preço do gasóleo no entanto são poucos os motoristas que mudam os seus hábitos ao volante, e era de pensar que se dantes se borrifavam para o ambiente, agora o aperto na carteira poderia mudar alguns maus hábitos, mas nem por isso.

No entanto, para aqueles que gostam de evoluir, vou partilhar aqui algumas dicas que podem melhorar o trânsito no nosso dia-a-dia, começando pelo efeito de onda ou efeito zero.

Este efeito é sobejamente conhecido por todos nós, não percebem como é que existe trânsito intenso e de repente tudo começa a andar sem problemas? O responsável é esse efeito, explicando de uma forma muito simples, o carro da frente abranda subitamente por alguma razão, o de trás reduz a sua velocidade em 5km/h em relação ao da frente e assim sucessivamente até que um desses carros vai chegar ao zero, fazendo todos os carros parar atrás de si. Uma boa forma de perceber como isto funciona é usando um simulador de tráfego.

E o que é que isto tem a ver com ecodriving ou poupança de combustível? Bom, se numa situação de trânsito circularmos sempre a 10km/h a um ritmo constante vamos contribuir para uma fluidez superior do tráfego do que ao acelerar para os 20km/h e depois ter que travar subitamente. Temos menos emissões e um custo da utilização da viatura inferior, não só em combustível como no desgaste dos travões e da embraiagem.

Outra forma de evitar este efeito é não andar a mudar de faixa porque na outra se circula a uma velocidade superior, ou entrar no espaço reservado para a distância de segurança para passar meia dúzia de carros numa fila.

Com um pequeno esforço é possível melhorar o bem-estar nas estradas portuguesas e até reduzir os gastos em combustível e na manutenção da viatura. Brevemente irei partilhar convosco outras dicas sobre ecodriving.

Taxis em Madrid a GPL, e a Antral quer o quê?

Taxi de MadridEstava eu a dar uma vista de olhos na revista da Antral, onde já havia sido publicado o artigo As 10 desculpas mais esfarrapadas para não usar GPL, e reparei que na área das notícias vinha lá em grande destaque que os taxis madrilenos iam ter um subsídio de €2000 para a conversão das suas viaturas para GPL Auto, basicamente a Repsol subsidia a conversão e ainda atribui vales de combustível no valor de 1100 Euros!

Fantástico mesmo é vermos que na notícia indica lá que apesar dos taxis serem apenas 1% da frota automóvel madrilena, estes são responsáveis por 20% da poluição graças aos efeitos nefastos das emissões dos carros a gasóleo. Pedem ainda que as nossas entidades sigam o exemplo, mas estranhamente na página anterior falam do gasóleo que está no valor mais alto de sempre e que continuam a defender a criação do gasóleo profissional.

Com tantos benefícios fiscais para os taxistas na compra de viaturas híbridas ou a GPL e com um desconto de 6 cêntimos por litro no GPL da Repsol por serem associados da Antral não sei o que realmente querem mais. Será que querem que o estado lhes pague as transformações de €1600 (€1322 porque vão buscar o IVA) e ainda que abra um posto de abastecimento em cada praça de taxis do país?

A verdade é que cada vez vejo mais taxis nacionais convertidos para autogás, mas as conversas na Antral são sempre as mesmas, é o gasóleo profissional e os 190D é que são bons que já vêm pintados de creme da Alemanha e tudo…

Galp continua a apostar no GPL

Dístico GPL CómicoAté parece que já oiço o Craig Ferguson a dizer take that Conan O’brien, pois é, a Galp continua a apostar no GPL Auto ou Autogás como lhe decidiram chamar agora. Já não bastava o combustível ser mais barato, os pontos do cartão Fast serem a dobrar (ou a triplicar nos postos novos de GPL), andarem a apoiar o lançamento de viaturas bifuel com 50% de desconto no IA e oferta de 1000 litros de GPL, ainda têm o descaramento de voltar a oferecer €75 em GPL para as novas conversões e, para os que já estão convertidos, andam a oferecer mapas com os postos de GPL e aparelhos GPS NDrive!

Eu só costumo meter GPL na Galp com os talões de desconto do Continente, porque no dia a dia meto Repsol com desconto de 3 cêntimos e a mistura de propano e butano permite-me uma autonomia superior e mais desempenho, no entanto quando vou de viagem seja para o Porto ou para o Algarve uso sempre as estações de serviço da Galp por serem as únicas com condições a nível de equipamento e higiene.

Agora, com mais de 40.000 viaturas a GPL e tendo em conta que por mês em média são convertidas 700 a 1000 viaturas será que a Galp não poderia começar a fornecer GPL Auto com uma mistura mais “saudável” de propano e butano? Agradecem as carteiras dos utilizadores de GPL e agradece o ambiente porque o butano permite emissões ainda mais baixas.

E com tudo isto, deixa-me voltar ao trabalho no Mais Gasolina para fornecer uma lista de postos de abastecimento só de GPL para os GPS da NDrive.

Honda FCX Concept, o futuro finalmente!

Honda FCX ConceptFinalmente, após tantos testes e tantos anos de desenvolvimento o FCX Concept vai estar disponível no mercado japonês e norte-americano no início de 2008! Eu sei que a Mercedes já colocou vários carros a células de combustível a circular e que a Mazda e a BMW têm carros bifuel que usam tanto hidrogénio como gasolina de forma directa, mas o FCX Concept é diferente combinando as células de combustível com 0 emissões e um sistema híbrido tal como no Civic Hybrid que ajuda a reduzir os custos de utilização da viatura.

Irá ser equipado com um motor de 95kW (cerca de 129cv) e 256Nm, uma velocidade máxima de 160km/h e com uma rotação máxima de 12.500rpm! O carro é feito de materiais biodegradáveis e com recursos a matérias que não usam petróleo na sua composição.

O único problema a ultrapassar neste momento é o preço de aquisição uma vez que tanto no Japão como nos EUA já existe uma rede compreensiva de abastecimento de hidrogénio.

Aconselho uma visita a world.honda.com/fcx para conhecer melhor o FCX Concept para perceberem como funciona a plataforma V Flow e ver ainda o fantástico display interior. Agora sim, um futuro com carros menos poluentes, mais económicos e silenciosos!

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.