A visualizar apenas posts da categoria Automóveis Ecológicos

Taxistas a favor do GNV

Um Taxi de PortugalA febre do gasóleo está finalmente a acalmar e começa a ser notório o desaparecimento das viaturas antigas a gasóleo pelas viaturas a gasolina transformadas para GPL a fazer serviço de táxi. Dizem os profissionais que adoptaram pelo GPL que os passageiros mostram-se curiosos e receptivos a este tipo de combustível que continua a ser visto com maus olhos pela população portuguesa e pelo governo actual.

Aparentemente as coisas estão a mudar e, depois de taxis e inclusivé carros da escola segura a GPL, vemos agora os taxistas mobilizados para o GNV, que não está dependente do petróleo como está o GPL. Embora muitos continuem cépticos em relação ao gás com os medos de explosão ou do cheiro a gás, apesar de estar mais que provado que isso não acontece, alguns dos profissionais dos ramos estão fartos do sucessivo aumento do gasóleo e com algum receio das novas directivas de poluição para a união europeia que vão penalizar, em parte, os automóveis a diesel, aumentando o seu preço.

Mais uma medida tardia que já está em marcha em vários paises, incluindo três “perto” de Portugal, são eles Espanha, França e Inglaterra. Tenho inclusivé conhecimento de taxis no Brasil convertidos para GNV.

Histeria híbrida

Civic HybridEstá-se a instalar em Portugal a histeria híbrida que já existe nos Estados Unidos. Está a ser moda comprar carros híbridos porque na teoria gastam menos na gasolina, quando na pratica isto não se verifica, excepto claro se os trajectos efectuados sejam quase todos em cidade ou a velocidades baixas.

Aparece depois o factor preço. Um Prius é um carro bastante caro, custa aproximadamente 30.000 Euros, cerca de 4.500 mais que o seu concorrente Civic Hybrid. Para quem está a podenrar a compra de um híbrido por questões de consumo de combustível, o Civic é a opção certa, mas será que os híbridos são carros para poupar combustível? Bom, não propriamente, existem opções mais em conta no mercado nacional dependendo do tipo de uso que se dá ao automóvel.

Acima de tudo a compra de um híbrido como um Prius deve ser encarada como uma “compra verde” para reduzir as emissões e não como uma “compra económica” para poupar combustível, para isso existe o Civic Hybrid que está à venda a preços realistas.

Felizmente Portugal não chegou ao ponto de ter estrelas a afirmar que têm um Prius para ajudar o ambiente, mas deslocam-se no dia a dia de Bentley ou Maybach.

Os híbridos são o caminho a tomar enquanto não sai para o mercado a tecnologia das células de combustível, não por questões de preço mas de poluição.

Toyota Prius a GPL

Prius a GPLO melhor de dois mundos, e sinceramente estranha-me que este projecto tenha demorado. O Toyota Prius por si já é um carro bastante amigo do ambiente com baixas emissões e consumos aceitaveis em cidade. É verdade que existem carros a consumir menos que o Prius, mas é uma questão de marketing e ambiente.

A French Propane and Butane Federation (CFBP) e a World LP Gas Association (WLPGA) modificaram um Prius para que passasse a usar gás. Os consumos aumentaram em cerca de 5% como é natural na transformação para gás, mas a performance continua inalterada. Claro que os 5% não são significativos quando se fala de uma diferença de preços na ordem dos 35% a 45%, dependendo do tipo de gasolina. Em questões ambientais o gás também leva vantagem, reduzindo as emissões para 92 g/km de CO2, menos 11.5% que a versão Prius a gasolina.

Felizmente os motores a hidrogénio irão adoptar a postura hibrida, com motores eléctricos a auxiliar a marcha em baixas velocidades continuando com as zero emissões, sem ruído de motor e com um consumo ainda mais reduzido.

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.