A visualizar apenas posts da categoria Media (TV, Revistas, etc)

Terminou a primeira temporada do The Grand Tour

Foi na passada sexta-feira que ficou disponível o último episódio desta primeira temporada do The Grand Tour que contou com 13 episódios.

O balanço é muito positivo, nota-se que existe mais liberdade editorial o que permite algumas piadas mais arriscadas pelo trio sem medo que a BBC e a equipa do politicamente correcto se levantem em armas para os abater.

O último episódio teve um ponto interessante, um arranque entre um Veyron e um 918 Spyder para mostrar que o Veyron já não é o supra-sumo da performance, até que apareceu um Nissan Patrol bastante alterado.

Arranque entre Veyron e 918 Spyder

Apenas não fiquei convencido com a nova pista de testes, detesto o americano (o substituto do Stig) e o segmento Celebrity Brain Crash apenas teve piada a primeira vez.

A segunda temporada do The Grand Tour deve ficar disponível lá para o final do ano, possivelmente Novembro tal como esta.

O Top Gear só mudou de nome

Ficou disponível hoje o primeiro episódio do The Grand Tour no Amazon Prime. O trio voltou e trouxe para o primeiro episódio um outro trio de peso!

Parecia que estava a ver o Top Gear, o mesmo formato com pequenas diferenças mas tudo o resto continua igual, um bom programa de entretenimento com carros à mistura.

A abertura foi uma espécie de gozo da saída do Jeremy do Top Gear e apresentaram-se com a quantidade de vezes que já tinham sido despedidos de outros empregos. Incluiu cerca de 150 carros, 2000 pessoas, jactos, músicos e custou aproximadamente 2.8 milhões de euros.

O primeiro episódio mostrou o comparativo entre o LaFerrari, 918 e P1 que teve lugar no Autódromo Internacional do Algarve e nas estradas da serra de Monchique. Isto certamente não é novidade, porque já andavam a circular várias fotos pelas redes sociais.

The Grand Tour em Portugal

E, spoiler alert, o Jeremy não se vai chamar Jennifer, mas vai ficar sem casa.

Foi um episódio porreiro, deu para umas gargalhadas e ver carros interessantes. A nova pista também parece ser interessante, mas o Stig faz falta. Se no Top Gear tínhamos o Stig a testar os 3 carros de igual para igual, aqui tivemos o Jérôme d’Ambrosio. Sim, iria ser na mesma o Jérôme d’Ambrosio a testar os carros mas vestido de Stig e isso iria tirar o piloto da equação.

Um ponto positivo é que deixamos de ter o segmento “Star in a reasonably-priced Car”, embora tenham feito uma espécie de brincadeira a gozar com esse formato.

Esta primeira temporada vai ter 12 episódios com uma duração de 1 hora cada, melhor que os 6 a 8 episódios por temporada do Top Gear.

O mítico Ferrari F40

O Ferrari F40 é um ícone do mundo automóvel. Foi o último Ferrari produzido a ser aprovado pessoalmente por Enzo Ferrari e na altura em que esteve à venda era o Ferrari mais rápido, mais potente e mais caro disponível.

Foi criado para celebrar os 40 anos da Ferrari e tinha um motor V8 biturbo com “apenas” 2936cc e 478cv para um peso de 1369 kg.

Eu tive a felicidade de ver dois F40 seguidos em Lisboa, a meio da noite, e é realmente um carro bastante especial.

O Jay Leno experimentou um F40 e fala um pouco sobre a história. De notar que o Jay Leno não é fã da Ferrari. Este F40 pertence a David Lee que tem na sua colecção além deste F40, um F50, Enzo, LaFerrari e um 288 GTO.

O Jeremy Clarkson disse que o F40 era o Ferrari que nos dava esperança. Por ter algum lag podíamos arrancar ao lado de um e dizer às nossas esposas “Olha amor, estamos a acompanhar um Ferrari”, até que elas olham para o lado e dizem “Qual Ferrari?”

Já em 2013 o Chris Harris teve a felicidade de experimentar em pista um F40 e um F50 e comparar ambos os carros.

São dois vídeos bastante interessantes, não só para quem gosta da Ferrari e de desportivos, mas para quem gosta de automóveis.

O último episódio do Top Gear

Foi neste Domingo que passou na BBC o último episódio do Top Gear no formato que conhecemos com o Clarkson, May e Hammond.

Condensaram o conteúdo dos dois últimos episódios que ficou por passar, deixando apenas dois “desafios”, um com clássicos baratos e outro com alternativas a SUV’s.

Último Top Gear

Foi um episódio estranho, os curtos segmentos num estúdio vazio foram feitos apenas pelo May e Hammond, apesar de existir um elefante atrás, e no fim despediram-se.

Possivelmente vamos ter um novo programa na ITV ou Netflix, até lá podem sempre optar por um programa alternativo ao Top Gear.

Cinco programas de televisão alternativos ao Top Gear

O Top Gear como o conhecíamos acabou, mas não quer dizer que não existam outros bons programas de televisão sobre carros.

Aqui fica a minha sugestão e alguns dos programas que sigo sobre automóveis.

Fifth Gear

Fifth Gear
É claro que o primeiro programa alternativo ao Top Gear tinha que ser o Fifth Gear.

Com antigos apresentadores do Top Gear, antes do formato que conhecemos agora, como o Tiff Needell e a Vicki Butler-Henderson e até jornalistas como o Tom Ford que escrevem para a revista Top Gear.

E esta é a única razão pela qual menciono aqui o Fifth Gear, porque se de início o Top Gear dava entretenimento e o Fifth Gear informação com pilotos como o Tiff e o Jason Plato, em 2008 tentou começar a copiar demasiado o Top Gear e a perder audiência até começar a saltar de canal em canal, estando agora no canal História.

Jay Leno’s Garage

Fifth Gear
O Jay Leno é um conhecido apresentador do Tonight Show, tem uma colecção invejável de carros e um grande espírito petrolhead. Jay Leno’s Garage é um programa online e tem de tudo um pouco. Restauros, testes, história… E não se falam apenas de carros americanos mas de carros de todos os cantos do mundo e de várias eras, desde carros a vapor, os primeiros eléctricos e híbridos até aos carros actuais.

É um bom programa para quem gosta de carros, gosta de os usar e trabalhar neles. Aqui não se mostram apenas “rainhas de garagem” mas sim carros que podem e são usados regularmente.

É um espírito diferente em que não se usa o mesmo liquido de refrigeração ou as mesmas ventoinhas que vieram de fábrica porque sim, mas altera-se o que for necessário para manter o carro a circular em condições nos dias de hoje.

Podem consultar o site em http://www.nbc.com/jay-lenos-garage ou o canal do Youtube em https://www.youtube.com/channel/UCQMELFlXQL38KPm8kM-4Adg.

Wheeler Dealers

Fifth Gear
Se gostam de trabalhar nos vossos próprios carros este é o programa a seguir religiosamente. A premissa do programa é simples, o Mike Brewer compra um carro a precisar de alguns cuidados e o Edd China repara a viatura e depois vendem-na à procura de lucro.

São dadas dicas na compra de um carro usado e na manutenção de um automóvel, indicando ferramentas necessárias, custos e algumas dicas para tornar algumas tarefas mais fáceis.

Mesmo que não gostem de sujar as mãos este é um bom programa para perceber o trabalho que dá algumas operações de manutenção e o porquê do seu custo.

O Wheeler Dealers dá no Discovery.

Car SOS

Fifth Gear
O Car SOS segue um pouco a ideia do Overhaulin’ em que o carro é levado sem o dono saber, só que em vez de sair com uma pintura e jantes nada originais, o carro é restaurado e depois entregue. É apresentado pelo Tim Shaw, que apresentava o Fifth Gear, e pelo Fuzz Townshend.

Normalmente escolhem pessoas que tiveram problemas de saúde e ficaram a meio de um restauro ou deixaram de cuidar do seu carro e ficou a apodrecer fechado na garagem. Não está ao nível do Wheeler Dealers mas encontram-se carros interessantes e todos gostamos das comparações do antes e depois.

Conduzem ainda um ou mais exemplares em boas condições para terem uma ideia do que devem fazer e falam um pouco sobre a história do carro.

O Car SOS dá no NatGeo.

For the Love of Cars

Fifth Gear
Este é um pouco mais do mesmo dos outros dois, mas uma lista tem que ter pelo menos 5 entradas. No For the Love of Cars vão à procura de carros importantes na história automóvel britânica, encontrando exemplares em mau estado e a precisar de restauro, sendo depois de recuperados colocados em leilão.

O programa é apresentado pelo Philip Glenister e Ant Anstead, que trata do restauro. O programa é engraçado porque retrata a história da altura do carro e os impactos sociais que alguns destes carros tiveram como o Mini ou o DeLorean.

O For the Love of Cars passa no Channel 4.

 

Espero que encontrem aqui programas com bom conteúdo para preencher o “vazio” do Top Gear e se tiverem mais sugestões de bons programas sobre carros usem os comentários.

O fim de uma era

Top GearÉ o fim de uma era. Foi hoje anunciado que a BBC não vai renovar o contrato do Jeremy Clarkson e com o contrato do James May e Richard Hammond também a terminar é possível que estes abandonem a BBC.

Acaba assim um bom programa de entretenimento com automóveis, feito por pessoas que gostavam realmente de carros e falavam deles com paixão, não se limitavam a debitar as press releases e usar termos poéticos para parecer bem, como se faz muito por cá.

Espera-se agora que não optem pela reforma e que apareçam com um novo programa na ITV ou na Sky.

Jeremy Clarkson suspenso, Top Gear em pausa

Jeremy Clarkson no Top GearCertamente já leram as notícias desde o inicio da semana sobre a suspensão do Jeremy Clarkson por alegadamente ter agredido ou ter tido uma discussão com um dos produtores do programa.

Poupo-vos o discurso repetido e vou directo ao que interessa. Os episódios que faltavam nesta temporada não vão para o ar, e o deste Domingo seria bastante interessante com três carros antigos, Fiat 124 Spider, MGB GT e um Peugeot 304 Cabriolet.

Ora os fãs do programa estão preocupados em deixar de ter Top Gear e a BBC tem uma tarefa difícil nas mãos. É que o Top Gear gera receitas anuais de 50 milhões de libras e quer se goste do Jeremy ou não, ele é a figura central do programa e sem ele não existe programa.

Nos fóruns da BBC alguém fez uma previsão que ao se concretizar será um pesadelo para a BBC. É que tanto a Sky como a ITV iriam adorar ter este trio com um programa. O Jeremy sai da BBC, leva toda a equipa atrás e faz um programa “More Poweeeer” e leva consigo os 350 milhões de fãs do programa.

Isto também é mau para a revista Top Gear que deixa de ter o nome associado ao programa, o que ajuda imenso nas vendas.

Foi entretanto criada uma petição que já tem 800 mil assinaturas e colocou o site change.org inacessível tal o elevado número de acessos dos fãs do Top Gear.

E para não ficarem sem programa para Domingo podem sempre ver a primeira corrida de F1 já este fim de semana na Austrália. Ou se gostarem de jogos e tiverem o Assetto Corsa podem comprar a nova expansão com novos carros e Nordschleife que já dá para distrair.

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.