A visualizar apenas posts da categoria Fifth Gear

Plágio Gear. Eu ainda sou do tempo…

Fifth GearSim, sim, eu ainda sou do tempo que o Fifth Gear era um programa de automóveis interessante onde testavam os carros de uma forma mais séria, sendo o Fifth Gear um programa para quem queria saber mais sobre os carros e o Top Gear um programa para quem queria ver carros e passar um bom bocado.

Chateou-me a parte do plágio com o Mercedes, como fizeram no Top Gear com a Toyota. Vou apenas falar das partes que me interessaram no programa.

O Tom aproveitou que estava pelo Japão e foi ver o novo movimento que está a substituir o Street Racing. Aparentemente Portugal foi pioneiro, pois é normal existirem “ajuntamentos” de carros modificados nas bombas de gasolina. Aparentemente no Japão agora funciona assim, o pessoal junta-se, têm umas carrinhas um pouco xungas com uns dj’s ambulantes e passam assim a noite. Pelo meio chegam uns cromos da bola para queimar pneu e a policia vem acalmar as coisas.

Em Itália o Tiff foi testar o Fiorano e aparentemente ele prefere o F430.

Fifth GearFifth GearFifth Gear

Venha o próximo Fifth Gear.

Um Fifth Gear na ilha do Lost?

Fifth GearMuitas pessoas dizem que o Fifth Gear não presta, que é um programa sem conteúdo e que é bastante chato. Bom, até têm razão, excepto quando o Tom entra em cena com uma visita a uma ilha tipo Lost (4-8-15-16-23-42?).

Mas vamos começar pelo ínicio, o programa começa com um “paparazzi” do mundo automóvel, um fotográfo que consegue umas das melhores spy-photos de carros da Aston Martin, Jaguar, Porsche, Land Rover (parece a lista de marcas que não foram à FIL em 2006) que deixa a equipa do Fifth Gear passar um dia com ele para conhecerem como é o seu trabalho. Mais tarde a Vicki tenta a sua sorte a fazer o mesmo e é apanhada.

O Plato esteve a testar o EOS mas falou pouco do carro, gostava de ver uma reportagem mais aprofundada como o Tiff e o Tom sabem fazer. Basicamente é um Golf grande com uma capota que ocupa menos espaço.

Pelo meio falaram do Gumball 3000 onde entrou pela primeira vez o Westwood que apresentou o Pimp my Ride UK. A policia inglesa ajudou à festa e trouxe o seu Gallardo.

No shootout desta semana o Tiff testou duas máquinas da Volkswagen, o Golf GTI e o Octavia VRS. Embora fosse um shootout estúpido pois foi feito de marcha atrás ganhou o carro que é a escolha lógica, o Skoda.

Passando ao ponto alto do programa, pelo menos para mim, o Tom foi até ao Japão a uma ilha que faz lembrar o Lost e a Dharma Initiative para falar da recente inovação na produção de células de combustível com zero emissões na sua produção. Uma vez que aquela ilha tem uma precipitação elevada conseguiram utilizar uma central termo-eléctrica para a produção de hidrogénio com zero emissões. Ele demonstrou ainda como atestar o carro com um cabo para dar massa ao carro e uma mangueira semelhante às do GPL para adicionar o hidrogénio. Ele explica ainda como funciona o carro com células de combustível, o hidrogénio que é armazenado no carro (num reservatório seguro, semelhante aos do GPL) passa pela célula de combustível onde é misturado com ar produzindo água e electricidade. A electricidade vai para o motor do carro e a água sai pelo escape, simples e sem emissões poluentes! A água sai fresca pelo escape ajudando a baixar a temperatura global. O carro, como um bom carro electrico circula sem fazer qualquer tipo de barulho tirando claro o barulho dos pneus. Um carro silencioso e com zero emissões, se isto não é o futuro então o que será? Existem inclusivé planos para o desenvolvimento de estações caseiras que podemos montar nas nossas garagens que recorre à energia solar para gerar o hidrogénio.

Para terminar o Tiff testou o novo Corvette que como o Jeremy tinha dito no Top Gear não parece um carro feito nos Estados Unidos.

Deixo aqui algumas imagens deste programa, vou passar a incluir três imagens do programa (Fifth Gear ou Top Gear) para aqueles que não vêm ou não têm acesso aos episódios.

Fifth GearFifth GearFifth Gear

Para a semana temos mais Top Gear e Fifth Gear.

Um Fifth Gear impróprio para cardiacos!

Fifth GearÉ verdade, eles bem avisaram no episódio anterior. As Girls Aloud estiveram a dar umas voltinhas na pista com um Carrera e o resultado foi no mínimo preocupante. Conduziam com as duas mãos juntas, não encontravam o travão de mão, não travavam a tempo e com a força necessária. De entre todas foi escolhida uma para ter umas aulas mais “intensivas” sobre condução desportiva mas as coisas correm mal ao retirar o Ferrari do estacionamento, a rapariga foi contra uma Chrysler e como se não bastasse depois de ter batido ainda acelerou mais. É triste, tenho pena do Ferrari e da Chrysler que não tinham culpa nenhuma.

O Tiff testou um dos carros executivos mais exclusivos do mercado, o Maseratti Quattroporte Sport GT que se tornou num carro muito mais fácil de conduzir por causa das passagens de caixa mais suaves.

O John Bentley esteve a procurar a melhor maneira de pagar pouco de seguro quando se é recem encartado. A diferença de preços entre ter 17 ou 18 anos é grande, entre ser homem ou mulher é o dobro (a favor das mulheres). Existem planos baratos com limites de horas e milhas que, aparentemente, são os mais indicados para os jovens por serem baratos, mas limitam bastante o uso do carro. Além de não ser possível circular a certas horas da noite (caso circule pagará uma taxa superior) não pode fazer qualquer modificação ao carro. A diferença entre um carro nipónico e um europeu também é elevada.

A Vicki testou dois grandes carros, o M5 e o M6. Tanto eu como o Tiff preferimos o M5, é um familiar desportivo, fenomenal. A diferença de preços é grande, mas o M6 é um coupé e tem um aspecto mais agressivo.

O Tom juntou-se a vários drifters ingleses para entrar no guiness a fazer peões e conseguiram!

Um episódio recheado de carros de luxo!

Fifth GearO Fifth Gear desta semana foi um pouco secante, pelo menos para mim só teve alguma emoção quando o Tiff foi dar umas voltinhas com uma réplica do Ford GT40 pela África do Sul. Testaram o 207 e fizeram um teste entre o Aygo, o Fox e o Picanto, carros sem personalidade tirando provavelmente o Aygo pelo aspecto exterior.

O departamento de pesquisa do Fifth Gear encontrou um empresário que está a vender a sua casa e a oferecer um Ferrari com ela como incentivo. Podem encontrar mais informações e algumas fotografias em House and Ferrari. Eu pessoalmente comprava a casa, mas fazia negócio para abater o valor do Ferrari, gosto bastante do estilo das casas inglesas, ao contrário das vivendas por acabar de construir nacionais.

Fizeram ainda uma visita a uma das garagens mais “recheadas” de Inglaterra. Dois Koenigseggs, um Carrera GT, um F40, um Gallardo entre outras máquinas de perder a cabeça.

Para a próxima semana vamos ter o reasonable stars in expensively priced cars onde aparentemente um Ferrari é “massacrado” ainda no parque de estacionamento.

Fifth Gear com M3 e RS4

Fifth GearArranques, slides e um “dogfight”! Foi a maneira de ver qual era mais rápido, se o M3 antigo se o novo RS4 (que é carro e não carrinha, não sei porquê). O RS4 demonstrou ser mais rápido, já o M3 é muito mais divertido de conduzir, é a performance da tracção integral contra a diversão da tracção traseira!

O Tom foi visitar um dos clubes automóveis mais exclusivos do planeta, de tal forma exclusivo que descobriu lá que vai sair um BMW Z10 e que esse clube já deu sinal para um. Para quê ter um carro desportivo quando se pode alugar um certo?

A Vicki esteve a testar o Brera e, por muito bonito que seja (só gosto do interior, o exterior não me convence ainda) continua a deixar um pouco a desejar no que toca a condução.

Este episódio foi muito mais interessante que o anterior, espero que os próximos continuem assim.

Worst Fifth Gear ever!

Fifth GearA imitar o título de um episódio dos Simpsons venho falar do episódio 9×03 do Fifth Gear que foi um pouco secante. Tirando a parte do Tom a configurar o Maybach tudo o resto pareceu um pouco “parvo”. Parece que tentaram imitar o Top Gear com humor.

Felizmente parece que este foi caso único, já que o episódio seguinte foi totalmente diferente.

Fifth Gear com detalhe

Detalhe Maserati MC12Este episódio do Fifth Gear surpreendeu-me pela positiva, principalmente pelo crash test que efectuaram. Quem diria que estamos mais seguros num monovolume da Renault do que num Range Rover? Diga-se de passagem, não é grande novidade por causa das diferenças de “idade” dos dois carros, mas a maioria pensa que chapa rija é que é. Por outro lado o arranjo do Renault não iria ficar nada barato.

Engraçado foi ver um Maserati MC12 a ser tratado (detalhe) com uma cera aparentemente carissima e que é aplicada à mão. Esta não sabia eu, acho um bocado estranho. O rapaz só tratava de carros exóticos (pelo menos eram os que por lá estavam estacionados) e tinha uma Vito para fazer detalhes ao domicílio, especialmente no caso em que os passarinhos ficavam mal da barriga.

Falaram ainda do Audi Q7 que eu continuo sem perceber o que é aquilo, mas certamente que se vai vender. Fico assim à espera do próximo Fifth Gear!

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.