A visualizar apenas posts da categoria Media (TV, Revistas, etc)

GranTurismo is back…

Fifth Gear - Maserati GranTurismoSe me perguntarem qual o carro que escolhia para substituir o meu actual provavelmente o primeiro nome que me vem à cabeça é GranTurismo. Nunca fui grande fã da Maserati, embora o Ghibli II e o 3200 GT (o Coupé não, foi um passo atrás em relação ao 3200 GT) sempre me encheram o olho, curiosamente todos antecessores ao GranTurismo. Digamos que tenho uma coisa especial por grand tourers, mas daqueles a sério com carroçaria de coupé e disposição 2+2.

E porque é que estou a falar do GranTurismo? Bom, o Jason Plato fez um pequeno teste ao carro mas pessoalmente preferia ver um teste feito pelo Tom Ford porque o carro é um GT, é suposto ser confortável, silencioso e sem grandes compromissos em favor da performance, é um carro para fazer vários quilómetros a ritmos mais animados sem nos deixar a deitar sangue dos ouvidos com com a coluna no formato do circuito do Estoril. Assim tivemos o Plato a dizer que não encontrava nada que não gostasse no carro, que tinha um aspecto excepcional e que tinha todas as qualidades de um GT mas que o motor devia ser mais vivo, chegando a falar mesmo do BMW M3. Ora, o M3 foi feito para ser um desportivo, são conceitos diferentes, e em vez de se explorar realmente os trunfos deste carro todo o segmento passou focado unicamente no motor.

Maserati GranTurismo no Fifth Gear

Espero que o James May faça um teste a este carro no Top Gear, quando este voltar ao ar. De qualquer forma, como não tenho €170.000 para dar pelo carro com o nível de equipamento que quero lá me vou divertindo com o meu Coupé.

E em jeito de off-topic, como estamos a falar do Fifth Gear, neste episódio apareceu o lendário Lotus Carlton (Opel Lotus Omega) contra o Vauxhall VXR8.

O Fifth Gear já começou e eu esqueci-me completamente!

Fifth GearÉ verdade, parece que o Fifth Gear já voltou ao ar no passado dia 21 de Janeiro, mas tenho andando tão ocupado com o Mais Gasolina e com a Loja dos Alarmes que me esqueci completamente, e o programa já vai no segundo episódio!

À falta de Top Gear para ver o Fifth Gear sempre ajuda a tirar a barriga de misérias, mas realmente o programa já não é o que era, ao menos o Lovejoy não voltou.

Reparei que tentaram fazer muita coisa ao mesmo tempo, umas voltas em pista ao Exige, uma visita a um leilão com carros fantásticos, um comparativo demasiado curto entre o C-Crosser e o 2CV, uma vista de olhos num CLK e uma parte chata com uma celebridade a tentar fazer powerslides para cortar um pepino.

Bons tempos em que o John Bentley falava dos crash-tests, o Tom Ford fazia aqueles testes com os pés na terra que interessavam a todos nós… Era uma altura em que o Fifth Gear completava o Top Gear, agora tentam imitar este último à procura de audiências e a qualidade vai pelo cano abaixo.

De volta aos anfíbios pelos apresentadores do Top Gear

Top GearOs apresentadores do Top Gear já o tinham tentado mas sem grande sucesso ao criar carros anfíbios, mas desta vez voltaram a tentar novamente com os mesmos carros (ou o mesmo tipo de carro) usado anteriormente, mas desta vez tentaram melhorar os seus planos originais e navegar de Dover até França atravessando o canal.

Apesar de no ínicio tudo correr mal no final a pickup do Jeremy conseguiu finalmente chegar a França!

Fizeram ainda um comparativo entre o Porsche 911 e o Audi R8, dois carros desportivos que podem ser utilizados no dia a dia e o resultado ficou a favor do Audi.

O Top Gear voltou para a 10ª temporada!

Top GearApós o fantástico especial no pólo norte o Top Gear voltou para mais uma temporada com 10 novos episódios.

Tal como passei a fazer para o Fifth Gear apenas vou relatar o que interessa no episódio e o ponto alto foi a viagem até aos Alpes à procura da melhor estrada com curvas sinuosas, subidas, descidas, uma estrada divertida de se conduzir. Escolheram 3 carros desportivos nas versões especiais que estão tão na moda com menos peso e mais potência, Porsche 911 GT3 RS (Hammond), Lamborghini Gallardo Superleggera (Clarkson), Aston Martin V8 Vantage N24 (May). Começaram assim nas montanhas de Monte Carlo à procura da melhor estrada.

Entre as palhaçadas do costume e a falta de conforto do Aston do May lá descobriram uma das melhores estradas do mundo, estranhamente foi na Suíça onde têm muitas leis contra os automóveis e as suas emissões. No entanto ao passarem a fronteira de volta para Itália descobriram a cereja no topo do bolo em Stelvio, cerca de 24km de estrada pelos Alpes com cotovelos apertados. Faz sentido o país com mais carisma em carros desportivos ter uma das melhores estradas para os entusiastas dos automóveis.

Top GearTop GearTop Gear

Foi um momento bem passado com três grandes máquinas. No entanto nem tudo são rosas, durante as férias o armazém onde guardam o material do Top Gear sofreu um incêndio, as autoridades dizem que deve ter sido fogo posto (damn you Vicki and Tiff) e a mobília usada para as notícias perdeu-se, mas a maior perda de todas foi a Cool Wall que era bastante engraçada e até tinha lá um 406 Coupé na parte Cool.

Já agora, todas as terças-feiras no site www.topgear.com vão disponibilizar o segmento das notícias sem cortes, deve ser bem engraçado para ver as asneiras que eles fazem!

Incrementador de octanas retira potência

Fifth Gear - Octane BoostersEu sempre vi com bons olhos a gasolina com um índice de octanas de 98 para os carros com uma compressão de 10.0:1 ou superior para evitar que o knock-sensor entre em acção e diminua o desempenho do motor para evitar a pré-detonação, e nestas realmente em certos carros consegue-se medir um aumento de potência.

Já os incrementadores de octanas nunca me disseram muito mas sempre pensei que fosse simples placebo nos motores com taxas de compressão mais baixas, afinal no Fifth Gear testaram alguns destes aditivos e a performance diminuiu em 2%! O motor provavelmente não era o mais adequado mas fazia mais sentido não existir qualquer diferença entre a gasolina normal ou com o aditivo misturado.

Parece-me a mim que com os combustíveis disponíveis não faz sentido usar estes produtos, afinal de contas mais octanas não são sinónimo de mais potência mas sim de mais resistência à pré-detonação.

Os carros velhos é que são seguros, os novos desfazem-se todos!

Fifth Gear - Modus vs 940 EstatePois é o Fifth Gear voltou, acabei por não fazer um resumo dos antigos episódios da 11ª temporada porque acho que era mais encher chouriços do que debater informação realmente interessante. A partir de agora, tanto no Fifth Gear como no Top Gear apenas irei escrever quando algo de interessante se passar.

E voltando ao Fifth Gear, no seu segundo episódio testaram o que era mais seguro, se um carro velho e grande ou se um pequeno utilitário recente. Antes de ver o resultado lembrei-me logo do velhote no seu 190D em contramão que foi contra um 206, a condutora do 206 estava ilesa e no local do acidente, o velhote faleceu com o impacto. Aquela ideia antiga que os carros rijos é que são bons está muito ultrapassada! Atenção, isto não é uma critica à Volvo que é uma marca da qual até sou fã pelas suas inovações a nível de segurança e ambiente, apenas critico aquela mentalidade que os carros velhos é que eram seguros porque num acidente ficavam inteiros.

Crashtest entre Modus e 940 Estate

Como podem ver nas frames acima o impacto foi violento, na segunda frame podem ver a deformação massiva que o Volvo sofreu enquanto que o Modus manteve-se intacto dissipando a energia pelo resto da carroçaria em vez de a centrar num ponto apenas. Na última frame é possível ver a intrusão dentro do habitáculo do Volvo que prendeu as pernas do condutor.

Temos que mudar esta mentalidade de velhos do restelo que os carros quando mais direitos ficarem melhor são, é precisamente o contrário! É preferivel que um carro se deforme e dissipe a energia pelo chassis e que exista pouca intrusão dentro do habitáculo, caso contrário a energia será canalizada para os passageiros e as forças G acabam por nos desfazer por dentro. Tenham isto em atenção quando forem comprar um carro usado, pensem na vossa segurança de forma activa.

Hot Hatch attack!

Fifth Gear - Hot HatchEste programa foi fraco, um pequeno teste a alguns hot hatches, ou melhor, entre o Volkswagen Golf GTI e o Ford Focus ST porque os outros foram logo eliminados de inicio sem perceber bem porquê, um pequeno segmento que mostrou um Rolls Royce Phantom modificado e ainda uma tentativa de atingir 200mph (322km/h) com um carro que corre no A1GP.

O resto foram apenas segmentos com “celebridades” a fazerem palhaçadas com motas.

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.