A visualizar apenas posts da categoria Media (TV, Revistas, etc)

Os media e os automóveis de alta cilindrada

Motor V8 de um Holden Commodore SSOs media já chateiam com o mesmo discurso que parece vindo do Partido Comunista, não passa do mesmo, é sempre a mesma cassete do excesso de velocidade e veículos de alta cilindrada. Mas estes jornalistas são assim tão tapados que pensam que os carros de cilindrada elevada são rápidos? Ora, juntei alguns dados de alguns automóveis que se encontram actualmente à venda no mercado nacional para provar que realmente estão errados e a expressão que usam é totalmente desadequada.

Na tabela abaixo a negrito podem ver o carro com mais cilindrada, mais potência, a velocidade mais elevada, o arranque mais rápido e o peso mais baixo.

CarroCilindradaPotênciaVelocidade
Máxima
Arranque
(0-100km/h)
Peso
Volkswagen Golf GT 1390cc170cv220km/h7.9seg1271kg
Peugeot 207 GT1598cc150cv215kmh8.1seg1281kg
Volkswagen Golf GTI1984cc200cv235km/h7.2seg1328kg
Jaguar X-Type 2.52495cc196cv225km/h8.3seg1555kg
Lexus IS250 Sport2500cc208cv225km/h8.4seg1585kg
Chrysler 300C2736cc193cv209km/h11.1seg1810kg
Citroën C6 3.0i2946cc211cv230km/h10.6seg1820kg

Vamos então analisar os dados! O carro com mais cilindrada é o Citroën C6 com 2946cc e é o mais potente com 211cv. É também o mais pesado com 1820kg. Já o Golf GTI com 1984cc (menos 962cc) e 200cv (menos 11cv) é o mais rápido em arranque e o que tem uma velocidade de ponta superior. Como não poderia deixar de ser pesa menos 492kg!

O Golf GT e o 207 GT são mais rápidos em arranque que o resto da tabela (excluindo o Golf GTI) e têm uma velocidade de ponta superior ao Chrysler 300C, um carro de 2736cc!

Olhando para esta tabela podemos tirar a conclusão que o que faz um carro rápido é a sua relação peso/potência e não a cilindrada. Então senhores jornalistas vamos lá a ser correctos, é que raramente investigam sobre o que estão a reportar, larguem lá o chavão dos automóveis de alta cilindrada e chamem as coisas pelos nomes!

Se um carro é rápido é porque é rápido, se tem potência é porque tem potência, se é caro é porque é caro, nada disto está relacionado com a cilindrada do veículo!

Mythbusters desvendam mitos sobre camiões

Mythbusters a testarem o mito do cone de arO programa Mythbusters é bastante interessante e sigo-o com muita atenção sem perder um único episódio. Já desvendaram bastantes mítos sobre o consumo de combustível, entre aqueles aparelhos que não fazem nada até a testes sobre o que é mais económico, andar de janela aberta ou com o ar condicionado ligado.

Desta vez desvendaram outro mito relacionado com o consumo de combustível, será que se andarmos no cone de ar de um camião vamos ter alguma redução no consumo? Bom, está mais do que confirmado, a apenas 2 metros da traseira do camião (suicídio) no tunel de vento existiu uma redução de 95% no atrito, feito o teste em escala real conseguiram uma diferença de consumo na ordem dos 40%.

Tentaram confirmar ainda se, como no Knight Rider, era possível um carro entrar para dentro dum camião a 90km/h. Já tinha visto algo semelhante no YouTube com um Opel Speedster se não estou em erro.

Outro mito que segui com bastante atenção foi o do rebentamento do pneu de um camião em andamento, será que tem força suficiente para decapitar alguém? Bom, em auto-estrada já me aconteceu apanhar vários bocados de um pneu que tinha acabado de rebentar, um deles até me bateu no vidro mas não fez nada apesar do impacto violento. Quando parei é que verifiquei que tinha o para-choques marcado e a tampa do gancho do reboque partida. Fizeram alguns testes até que rebentaram o pneu com o efeito que realmente tinha visto, com borracha a saltar por todos os lados. Testaram um bocado de borracha de um pneu a sair disparada contra um vidro e realmente o boneco ficou decapitado!

Mais um episódio interessante do Mythbusters.

Mais um 406 Coupé no grande ecrã

Peugeot 406 Coupé no filme Mr. BeanDepois de ter grande destaque no filme Le Boulet foi a vez de aparecer no filme Mr. Bean’s Holiday.

É verdade, mais um 406 Coupé a aparecer no grande ecrã. Apesar de ser uma pequena cena onde o 406 Coupé ultrapassa um Mini igual ao que Mr. Bean costuma conduzir, é sempre porreiro ver o carro a aparecer no filme com algum destaque.

Quando o filme sair para DVD logo coloco o clip onde o Coupé aparece no YouTube, tal como fiz com o Le Boulet.

De cabelos ao vento com duas modelos

Fifth Gear - Tiff com duas modelosO programa começou bem com o Tom a mostrar alguns gadgets do novo Lexus LS460, a maioria já se encontra disponível noutros carros e já apareceu em imensos protótipos, mas é sempre porreiro ver toda essa tecnologia passar à produção.

De seguida testaram o novo Smart para ver se era realmente confortável e mostraram alguns Smart F2 modificados. A Vicki voou ainda até França e conduziu um Citroën C3 pelas ruas de Paris para desmistificar o filme “C’ Était Un Rendezvous”, filmado por Claude LeLouche. Diz o mito que LeLouche montou uma camera com um giro-estabilizador no pára-choques de um Ferrari 275 GTB e pediu a um amigo, piloto de F1, que conduzisse em velocidades elevadas pelo coração de Paris. Quando o filme foi exibido LeLouche foi imediatamente preso. No entanto diz-se que LeLouche conduziu o seu Mercedes e colocou em estúdio o som de um 275 GTB por cima. Falaram ainda de alguns truques como ter a camara num ponto baixo do veículo para dar a sensação de velocidade.

No final o Tiff meteu duas modelos num Bentley e foi testar a teoria que quanto mais depressa se andasse menos vento iria entrar na área dos passageiros reduzindo o vento nos cabelos das modelos, mas tal não aconteceu.

2º episódio da 11ª temporada do Fifth Gear

Fifth Gear - Novo Mercedes classe CRealmente o Fifth Gear está no bom caminho, este episódio contou com um teste ao Alfa Romeo Spider feito pelo Tom, uma corrida entre uma mota e um Civic Type-R e um teste ao novo Mercedes C. Este teste agradou-me bastante pelo facto de mostrarem aqueles pequenos detalhes que, no meu caso, me fazem realmente comprar um carro, o resto (potência, velocidade máxima, acelerações dos 0 aos 100) apenas interessam a quem não os conduz.

No final ainda mostraram um D-Type que correu no Le Mans e para encher chouriços mais um episódio à lá James Bond com a Vicki armada em heroina.

O Fifth Gear voltou em força!

Fifth Gear - 11ª TemporadaA anterior temporada deste programa deixou tantas saudades que eu me esqueci que dia 30 de Abril o programa iria voltar a estar no ar, tanto me esqueci eu como quem costuma rippar os episódios para quem não tem acesso ao canal Five.

Devo dizer que neste episódio fiquei surpreendido, o Tim Lovejoy desapareceu e parece que voltaram a fazer um programa sério sem as palhaçadas a tentar imitar o Top Gear, só é mesmo pena aquele puto novo estar a fazer os segmentos que pertenciam ao John Bentley, ele tinha muito mais carisma para os segmentos dos crash-tests e daquelas dicas úteis aos condutores. Bom, adiante, não podem ser perfeitos…

Começaram com o Jason Plato a tentar dar 200mph (321.87km/h) numa Autobahn ao volante de um Brabus Rocket que acabou por avariar mais tarde e ser trocado por outro, aparentemente por culpa do Tom Ford. A Vicki andou a conduzir o novo Panda 100HP e ainda tentou fazer uma espécie de comparativo contra um 360 Modena. O Jonny (puto novo) fez um segmento onde fizeram um crash test a um Focus que teve uma reparação estrutural mal feita e os resultados foram preocupantes.

O Tiff andou a conduzir o novo Audi R8 com meia pista disponivel e ainda aproveitou para dar uma voltinha em Las Vegas para ver se o carro virava algumas cabeças. O Tom Ford fez de paparazzi enquanto testava o novo Kia Cee’d, um carro que me desperta bastante interesse.

Vão ser 10 episódios nesta temporada, espero que se mantenham com o mesmo nível que este primeiro episódio.

Limo Gear

Top GearDepois dos tractores vêm as limousines, basicamente chegaram à conclusão que as limousines eram carros americanos cortados ao meio e esticados, logo porque não usar um carro europeu para o mesmo trabalho? Entre um Fiat Panda, MG-F e uma mistura de Saab 9000 e Alfa 164. Claro que tiveram várias provas, a pior delas todas envolveu andar em Londres com algumas celebridades e as coisas não correram bem, especialmente para o Captain Slow.

Ainda experimentaram um Shelby GT500 que apenas debita 447cv e que basicamente é uma decepção em pista.

Top GearTop GearTop Gear

Este foi o último episódio desta temporada. A próxima temporada deve voltar no Outono.

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.