A visualizar apenas posts da categoria Media (TV, Revistas, etc)

Tractor Gear, ou algo assim do género

Top GearComo é de conhecimento dos automobilistas mais ambientalistas é possível com culturas de milho e misturando gasolina ter E85 ou o chamado bioetanol. Os apresentadores do Top Gear agarraram em 3 tractores agricolas e pensaram “Vamos plantar o nosso próprio combustível!”.

Mas primeiro o Jeremy fez um género de anúncio de serviço público sobre os problemas ao atravessar as passagens de nível. Falou de problemas com os idosos, como o conduzir em sentido contrário nas auto-estradas (afinal não é só cá em Portugal), conduzirem em direcção ao mar e claro está, ir contra os comboios. Claro que isto foi tudo feito numa forma de palhaçada, esmagando literalmente uma Espace com um comboio em velocidade.

De volta aos tractores, fizeram alguns testes, entre tarefas simples como ligar o tractor (que não foi assim tão simples) até algumas voltas com o Stig na pista do Top Gear. No final tentaram cultivar o campo, mas as coisas não correram como esperado e acabaram por obrigar o Captain Slow a ficar lá a noite toda a cultivar as sementes. Daqui a um ano podem fazer a colheita e transformar o produto em combustível.

Top GearTop GearTop Gear

O Jeremy ainda fez um teste ao Murcielago LP640 que tem uma lista de extras bizarra e muito cara. Na parte do Star in a Reasonably-Priced Car com a Kristin Scott Thomas ainda gozaram com o Jeremy porque ele mudou a sua opinião em relação a alguns carros da Cool Wall e até vestiu um fato.

Para o infinito e mais além…

Top GearUm Reliant Robin transformado num Space Shuttle com meia dúzia de tostões? Só no Top Gear!

É verdade, tentaram fazer um vaivém com um carro de si nada aerodinâmico e bastante pesado, com os depósitos de combustível e todos os detalhes que os vaivéns a sério têm. Depois de vários calculos, da construcção e adaptação do carro foi a altura do lançamento e tudo estava a correr bem até que o Reliant Robin não se separarou do depósito de combustível e tudo acabou numa enorme explosão ao bom estilo dos Mythbusters!

Top GearTop GearTop Gear

Pelo meio do programa, como podem ver pelas imagens, ainda falaram de alguns carros…

Uma aventura nos atrasados EUA

Top GearEste episódio do Top Gear foi uma espécie de especial sobre os EUA, em que tentaram comprar um carro por $1000 em vez de alugar um e fazer várias provas como de costume nestes desafios. A compra do carro revelou-se um problema e por $1000 apenas conseguiram comprar sucata em bairros pouco aconselháveis.

Entretanto foram para pista onde encontraram o fat Stig, uma bela sátira ao estereótipo do americano gordo, que testou os três carros para ver qual fazia a volta mais rápida.

Para mim o ponto alto do episódio foi quando entraram em Alabama onde os hicks ou rednecks, conforme preferirem, estão em maioria. Escreveram algumas frases para os picar e o resultado foi um grupo a tentar correr com eles, tanto que tiveram de parar de filmar. Acabaram por encostar, retirar as frases que tinham nos carros e ir prego a fundo (a 88km/h) até sairem do estado de Alabama.

Depois foram até New Orleans onde iriam tentar vender os seus carros, mas o estado de destruição após um ano era tal que decidiram simplesmente oferecer os carros. Claro que tal não podia acabar sem o Jeremy ser processado por ter prometido oferecer um carro de um ano e afinal o modelo ser outro.

Top GearTop GearTop Gear

O próximo episódio já vai ser um Top Gear normal.

Captain Slow andou depressa!

Top GearMais precisamente a 407km/h num Bugatti Veyron, nunca o Captain Slow foi tão rápido a conduzir um automóvel. Foi um segmento curto, sem grandes explicações, depois foi só pisar a fundo e esperar pelos 407km/h, tudo muito calmo sem qualquer drama.

Depois, de volta à normalidade do programa, efectuaram um pequeno comparativo entre o novo Audi TT, o Mazda RX-8 e o Alfa Romeo Brera, com a palhaçada do costume num campo de golfe e ainda uma tentativa de colocar um dos 3 carros num museu de arte. Num carro daqueles o que conta é o aspecto interior e exterior, pelo que ganhou o Brera.

Pelo meio ainda tiveram as notícias e o Hugh Grant.

Top GearTop GearTop Gear

O terceiro episódio deve estar a começar no momento em que acabo de publicar esta entrada no blog.

Top Gear de volta com 9ª temporada

Top GearA última temporada acabou com o hamster virado ao contrário e começou da mesma maneira. É verdade, o Top Gear voltou com uma grande recepção ao Richard Hammond! Foi um episódio em que se falou pouco de carros, aliás, apenas do novo Jaguar XKR com um supercharger contra o Aston Martin V8 Vantage.

Tentaram ainda descobrir porque é que os trabalhos de manutenção e reparação de estradas demoram tanto tempo e tentaram reparar uma estrada em apenas 24 horas, trabalho que deveria demorar 5 dias. Afinal tudo o que é preciso é trabalhadores durante 24 horas seguidas e um discurso da Margaret Thatcher para acelerar o processo.

No final do programa mostraram ainda o Richard a conduzir o carro a jacto e depois mostraram o acidente, gozaram com o que aconteceu e ainda disseram que a velocidade mata, por isso é que o Richard está vivo.

Top GearTop GearTop Gear

Para a semana continua o Top Gear, com mais um grande epísódio.

Terminou a 10ª temporada do Fifth Gear

Fifth GearTerminou a 10ª temporada do Fifth Gear. Os leitores assíduos do blog devem ter estranhado as semanas a passarem e eu sem escrever nada sobre esta série. A verdade é que esta temporada foi tão má que nem valia escrever sobre ela. O maior problema desta temporada foram os apresentadores e os segmentos em que eles participaram, como diria o apresentador de outro programa a Vicki e o Tim Lovejoy são “utterly useless”.

Pena os segmentos com o John Bentley terem sido poucos, costumam ser bastante informativos. Felizmente ainda existiram uns comparativos com o Tiff e o Plato e alguns testes interessantes. O Tom esteve um pouco por baixo nesta temporada e o Jonny Smith até mostrou uns detalhes engraçados no C4 Picasso.

Foram poucas as memórias que ficaram desta temporada, a ver vamos se a próxima consegue ser pior.

Clarkson em The Good, The Bad, The Ugly

Jeremy ClarksonEstive a ver o último DVD do Clarkson e devo dizer que foi dos melhores que vi até hoje, um gozo aos carros americanos como nunca foi visto até hoje, e claro como eu não gosto daquelas banheiras com 3500cc e 150cv com um interior que parece que saiu dum catálogo da Moviflor em 1970 ainda me soube melhor!

Para mim as melhores partes foram a perseguição ao Ariel Atom que não durou quase nada porque o Ariel desapareceu e claro, o grande teste sobre a qualidade de construção de cada carro, testando um americano contra um inglês a ver qual dos dois conseguia conter mais água. Ganhou o Jaguar uma vez que o Lincoln deixava a água escapar por todos os lados!

Vale a pena ver mais um grande DVD do Clarkson, só é pena a música de entrada do DVD não ser a mesma dos anteriores que era bem ao estilo do Top Gear!

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.