A visualizar apenas posts da categoria Outros

Postos de abastecimento Galp Base

Acabou a silly season. Volta tudo das férias, lembram-se que precisam de pagar os livros dos miúdos, lembram-se de pagar o empréstimo que fizeram para ir até ao Brasil, e lá se lembram que os combustíveis estão caros! :lol:

Então voltamos à guerra dos combustíveis, com a notícia que a Galp abriu um posto low-cost, como os que já possui do Carrefour / Continente, com o nome Galp Base em Setúbal.

Posto Galp Base

Esta é a forma da Galp combater os hipermercados, especialmente na zona de Setúbal onde a concorrência é grande e não existe nenhum posto do Carrefour / Continente.

Mas atenção, esta não é uma área de serviço convencional e os combustíveis lá comercializados são os mesmos que são vendidos para os postos dos hipermercados. Se queremos combustível com aditivos como o Hi-Energy ou o G-Force teremos que optar por uma área de serviço. E digo área de serviço porque os postos Galp Base não possuem ar, água ou loja de conveniência. Funcionam apenas com um funcionário, tendo os mesmos custos de operação que uma bomba de hipermercado. E o cartão de pontos também não é aceite.

Existe no entanto quem se queixe, mas a Galp está a mostrar que consegue vender combustível barato. Tem no entanto a mesma qualidade dos combustíveis dos hipermercados (sem aditivos adicionais) e apenas vende combustível, não existem outros serviços no posto.

E existe mercado para áreas de serviço e bombas low-cost. Do outro lado da avenida existe uma área de serviço da Galp o movimento era igual ao do posto Galp Base.

A culpa é sempre da velocidade. Sempre!

A minha posição em relação aos acidentes serem culpa da velocidade nunca mudou. Já a comunicação social parece agora mais moderada nas palavras e não atribui qualquer toque ao excesso de velocidade. Já se fala nas condições meteorológicas, no estado das viaturas e no cansaço dos condutores ou erro humano.

BMW M5 a mais de 300km/h

Com o recente acidente em cadeia na A25 a comunicação social indica que as causas do acidente ainda não estão apuradas (tudo aponta para as condições meteorológicas) mas nos comentários dos jornais encontram-se ainda aqueles crentes que acham que a culpa de tudo isto é da velocidade.

Uma senhora queixava-se que era pressiona por outros condutores quando efectuava uma ultrapassagem em auto-estrada a 80km/h e que se fossem todos mais devagar a estrada era mais segura. Então e os limites mínimos de velocidade em cada faixa de uma auto-estrada, ficaram esquecidos?

Então se eu for a 121km/h numa auto-estrada sou um assassino, já se fizer uma ultrapassagem mal calculada a uma velocidade reduzida sou um condutor exemplar?

Sempre que existe um acidente deste género aparecem sempre os ignorantes do costume que apregoam que tudo se resolvia com limites mais apertados de velocidades e radares, muitos radares. Alguns até dizem que se o limite é 120km/h os carros deveriam ser limitados a tal velocidade :lol: Um acidente acontece quando muitas variáveis estão desfavoráveis ao condutor, não se trata apenas de velocidade.

E as autoridades também deixam passar estes comportamentos impunes, as multas são baixas, difíceis de aplicar e fica sempre bem mandar imagens de um Porsche a 200km/h numa auto-estrada vazia, já alguém a circular a 50km/h na faixa do meio de uma auto-estrada é um comportamento cívico e seguro, até vai devagar.

A nossa autoridade em acção: Contra-mão em Braga

Ontem andava a “passear” pelo Youtube e encontrei um vídeo que me deixou boquiaberto de ter tanta asneira junta, o pior mesmo é que o vídeo mostra um agente da Brigada de Trânsito no local e que pouco fez para ajudar.

Deixo-vos o vídeo do acontecimento.

Parece que o calor fez mal a muita gente, com tanta asneira junta.

Primeiro o idoso que entra em contra-mão na circular de Braga passa por uma seta que indica o sentido de circulação, bem visível na estrada.

Mas o pior mesmo é o agente da BT que não sinaliza o perigo e limita-se a mandar o idoso fazer marcha-atrás e arranca para parar na rotunda mais à frente. Será que estava à espera para o autuar? Entretanto dá a volta à rotunda com a bagageira aberta e pára do outro lado, bloqueando a via ainda de bagageira aberta sem qualquer sinalização.

Teve que ser um cidadão a fazer algo que a autoridade deveria ter feito, auxiliar o idoso na manobra para evitar um acidente e o acumular de trânsito. Se bem que aquela manobra de marcha-atrás também não foi bem pensada, seria mais útil fazer inversão de marcha na rotunda porque o trânsito estava parado, havia espaço.

No meio disto tudo o agente da BT desapareceu do mapa.

Ainda bem que alguém gravou estas imagens, e espero sinceramente que cheguem à comunicação social. Fala-se muito em velocidade e radares, e é giro mandar para a TV imagens de um desportivo a 250km/h sem mais ninguém na estrada, mas prevenção a sério não existe. Numa situação de perigo como esta o que vemos é alguém que parece não estar preparado para uma situação deste tipo.

Os radares em Lisboa estão a fazer prevenção

Radar 50km/hJá todos conhecemos os radares instalados por essa Lisboa fora, que tantas criticas levantaram e que foram alterados de 50km/h para 80km/h em alguns locais.

Segundo uma notícia do Público, a maioria dos radares em Lisboa só serve para assustar.

Não existiam verbas para manter os radares operacionais e a falta de recursos arrasta-se para o processamento de multas. Responde a Câmara de Lisboa que em Setembro tudo estará operacional.

Eu sou a favor de radares com a sua localização indicada (com valores de velocidade realistas) em vez de lombas ou do típico agente escondido na moita ou agachado atrás dum pilar de qualquer viaduto com o radar montado. Aliás, a própria notícia indica que nos locais onde os radares se encontram a velocidade média baixou, portanto cumprem o seu propósito.

Só me faz confusão alguns casos, como o que vi na Av. de Ceuta onde não apareceu nenhum aviso de radar (fui avisado pelo GPS) e vi alguns condutores serem flashados, ou como nas bombas da Galp, onde após as obras deixou de existir pórtico de aviso de radar, mas este aparenta estar desactivado.

TOMA, estraguei-te o Fim-de-Semana
Um pouco de humor faz sempre bem, aqui fica o Nilton a estragar o fim-de-semana a alguns aceleras.

Parece que estava a imitar um radar a sério, é que ele também só dá a flashada, mas a multa fica por passar :lol:

Mais Gasolina Mobile com geolocalização

Mais Gasolina Mobile no Nexus OneEste fim de semana publiquei duas novas funcionalidades no Mais Gasolina Mobile, acessível através do telemóvel em m.maisgasolina.com.

Uma destas novidades é a geolocalização, basta que tenham um telemóvel que suporte esta funcionalidade para encontrar os postos mais pertos da vossa localização.

A outra funcionalidade é a pesquisa por localização. Basta indicar o nome de uma cidade ou localidade e rapidamente têm acesso aos postos mais perto dessa área.

Se tiverem um browser e um telemóvel compatível com geolocalização (Android, Opera Mobile) podem testar esta nova funcionalidade em m.maisgasolina.com. Foi colocado um post mais técnico noutro blog a explicar a utilidade destas novidades.

Um novo look para o blog

Gosto mais de Carros do que ChocolatesDepois de quase 5 anos, 364 posts e 871 comentários chegou a altura de renovar o blog Gosto mais de Carros do que Chocolates.

Como podem verificar o blog sofreu algumas alterações profundas para melhorar a leitura dos posts e permitir algumas novidades em termos de conteúdo e imagens.

Durante a semana que está a decorrer poderão existir algumas falhas que serão prontamente corrigidas, até porque esta nova versão deveria ainda ter o ícone de beta no topo.

Não vos vou maçar com detalhes técnicos, esses serão discutidos noutro lado, mas espero que gostem deste novo visual do blog e que o continuem a visitar com regularidade.

Controlar o Chevrolet Volt através de um telemóvel Android

Volt e AndroidControlar o carro a partir do telemóvel não é novidade. Ainda os telemóveis eram monocromáticos e já existiam sistemas que por SMS permitam trancar, destrancar, ligar o carro à distancia e saber e sua localização.

No entanto a aplicação criada pela OnStar para o Chevrolet Volt faz isso e muito mais. Permite verificar o nível da bateria, controlar o tipo de carregamento (útil para a tarifa bi-horária), verificar a autonomia do carro e até enviar destinos pré-seleccionados para o GPS do carro.

No vídeo acima podem ver algumas das funcionalidades da aplicação. Penso que a OnStar ao optar pelo sistema operativo móvel do Google está a abrir um precedente interessante para o controlo do automóvel a partir do telemóvel.

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.