Coisas que me chateiam: Anúncios de carros irrealistas

Publicado a por Eduardo

Anúncio Nissan QashqaiSempre que vejo um anúncio a um automóvel onde existem carros a dançar, a piscar os olhos ou a fazer skate já sei que estamos a falar de um carro desinteressante e que o seu público alvo é quem usa o carro como mero meio de transporte.

Já sei que querem passar a mensagem que o carro é divertido na cidade. Quando penso em divertimento na cidade vem-me à cabeça um Lotus Elise nas ruas de Lisboa às 5 da manhã e não um Matiz ou um Qashqai.

Nem o meu 406 é divertido em cidade, mesmo que o colocassem a dançar num anúncio. Confortável talvez, divertido só com um leitor de DVD ou uma Playstation lá dentro!

Já parece os anúncios dos perfumes que colocam um casal meio despido a mandar frases filosóficas e profundas cá para fora. Convenceram-me, também quero morar em NY, andar em troco nu e dizer coisas sem nexo, vou já comprar o perfume!

Querem mostrar que um carro é divertido? Coloquem o Schumacher com um sorriso de orelha a orelha a conduzir no meio de uma cidade italiana com um utilitário a abrir, não coloquem carros a dançar e a abrir e a fechar portas.

Artigos relacionados

Coisas que me chateiam: Carros parados no trânsito com imenso espaço para o da frente
Coisas que me chateiam: Carros parados no trânsito com imenso espaço para o da frente
Deixar muito espaço para o carro da frente quando o trânsito está parado só complica. É o equivalente a estar mais um carro no trânsito mesmo sem estar lá.
Coisas que me chateiam: Combustíveis
Coisas que me chateiam: Combustíveis
Porque é que ao abastecer um BMW M5 num posto de abastecimento de supermercado faz de mim inteligente, mas converter a viatura para GPL faz de mim burro?
Coisas que me chateiam: Conduzir e mexer no telemóvel
Coisas que me chateiam: Conduzir e mexer no telemóvel
Os condutores que estão a mexer no telemóvel são perigosos e causam embaraço ao trânsito. Não têm noção do que se passa à volta e potenciam o acidente.

Comentários

Simon Says
23/11/2009 00:00
É sinal dos tempos. Nos anos 70 os anúncios (sobretudo na imprensa) falavam da economia de combustível, versatilidade e economia de manutenção.

Agora temos carros a fazerem de Transformers e outros a saltitarem em cidade.

Sinal dos tempos... por isso é que gosto tanto de (alguns) carros antigos!

Adicionar comentário

Obrigado, o seu comentário encontra-se a aguardar aprovação. Receberá um email quando este for publicado
Existem erros no formulário, por favor reveja os campos assinalados.
O seu email apenas é usado para controlo de Spam e apresentar a sua imagem personalizada através do serviço Gravatar