Coisas que me irritam: Malta da faixa do meio

Acreditem ou não, ia começar a escrever um post sobre a malta que circula na faixa do meio, a faixa mais lenta das nossas auto-estradas, de onde a malta não descola nem que tenha a faixa da direita livre por 5km e alguém atrás deles com o pisca a pedir ultrapassagem.

Depois é que me lembrei que já tinha escrito sobre a malta que gosta de circular na faixa do meio e percebi que afinal isto não me chateia, irrita mesmo!

Top GearTúnel M-30 em MadridSprint Total

Comentários a “Coisas que me irritam: Malta da faixa do meio”

Rui Peixeiro comentou:
22/07/2009 09:58

A mim também irrita mesmo!!! Ainda este fim de semana, numa viagem a Vila Real, fartei-me de ir mandando buzinadelas para o pessoal passar para a direita!

Infelizmente a isso as televisões não fazem referência. os agentes da Unidade Nacional de Trânsito não ligam, nem alertam quando lhes dão tempo de antena, …
O mais importante é caçar multas em grandes rectas, escondidos atrás de algum caixote do lixo ou ponte, em vez de fazer prevenção e ir diminuindo muitos dos outros factores de risco, que não o excesso de velocidade.

E afinal, quem é que inventou a ideia que aquela faixa é para os camiões? E parece se generalizado, pelo menos passo por muitos carros de matricula espanhola e francesa a fazerem o mesmo (ou serão todos emigras?)…

Marmota comentou:
22/07/2009 19:38

Se forem nos 120kmh não percebo qual é o problema. Os meus amigos é que precisam mesmo das duas faixas para ultrapassar não vão a 180 falhar o buraco…

Eduardo Maio comentou:
22/07/2009 20:19

O problema é que dificulta a circulação de quem vem atrás. O código obriga a circular na faixa mais à direita, logo ir a 120 ou a 70 na faixa do meio com a faixa da direita livre é contra-ordenação.

Daniel Marques comentou:
23/07/2009 09:24

Tenho uma teoria para isso. Ir na faixa do meio com a faixa da direita livre, é uma questão de falta de auto-confiança. O condutor que pratica essa contra-ordenação sente-se mais seguro em caso de aselhice sua, ter uma faixa livre como margem para tentar controlar a sua viatura, do que ir parar directamente ao rio ou ao pomar do ti manel. É como se andasse de bicicleta com rodinhas de lado.

Pedro comentou:
23/07/2009 17:11

Faz um post sobre “irrita-me pessoas que nao ligam os minimos nos dias de chuva (nem que seja torrencial)”!!!

Eduardo Maio comentou:
23/07/2009 22:20

Daniel a tua teoria faz muito sentido, é a explicação mais plausível que ouvi até agora. Isso e a dica das rodinhas que me fez partir a rir!

Pedro os mínimos só para o carro parado, a circular são sempre os médios. Mas essas espécies estão em vias de extinção, principalmente se as alterações em 2011 entrarem com efeitos retroactivos, mas dúvido.

Hugo Soares comentou:
24/07/2009 15:02

O que me irrita mais são mesmo aquelas pessoas que acham que a faixa da esquerda (quando apenas tens duas faixas) é que é a correcta para circular…Obrigam a ultrapassar pela direita porque vão a 70 km/h na faixa da esquerda quando o limite é 90km/h (100 em alguns troços…)

Abraços

João Silas comentou:
28/07/2009 13:48

Isso é capaz de ser simplesmente horrível… Andar devagar. Não tenho carta ainda (está quase) mas acho que ultrapassar pela direita devia ser uma realidade lol.

Pedro Cabral comentou:
28/07/2009 15:36

Eduardo: Realmente enganei-me queria dizer os medios! Eu custumo circular com os medios sempre que a visibilidade é reduzida e no nascer ou por do sol… realmente devia passar a ser obrigatorio, só assim as pessoas aprendem…

Adicionar um comentário

Quer adicionar uma imagem pessoal ao seu comentário? Registe-se gratuitamente em Gravatar

Adicionar comentário

Copyright © 2005 - 2017 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.