Comprar carro usado, como fazer um bom negócio?

Audi A8 usadoA compra e venda de carros usados vem sendo cada vez mais comum, e com a actual situação financeira de algumas famílias por vezes aparecem bons negócios no mercado dos usados.

É possível fazer uma pesquisa baseada num carro em especifico para encontrar um bom exemplar ou baseado num limite financeiro. Depois de muito correr o Standvirtual e o Auto Sapo, filtrando as tretas do costume dos vendedores encontra o carro que quer.

Antes de fechar negócio precisa de se mentalizar que a compra de um carro usado pode ser dispendiosa se não tomar as precauções necessárias. Existem pontos a verificar quando vai ver um carro e outros que deve confirmar antes de fechar o negócio.

Pesquisa por um usado

As marcas mais pesquisadas no Stand Virtual são BMW, Audi e Mercedes. Antes de partir para a compra daquele 320D com 3 anos e um preço fantástico com apenas 80.000km lembre-se que existem muitos carros que são importados que podem ter o valor da legalização por pagar e existem carros que são “martelados”, ou seja, aos quais foram removidos quilómetros. Isto infelizmente é uma pratica comum, e não apenas em carros importados, muitos stands nacionais fazem o mesmo.

Preocupe-se acima de tudo com o estado do carro e o historial e tenha em conta as possíveis revisões que possa vir a ter. Um carro com 110.000km pode ser um óptimo negócio quando comparado com outro por 130.000km, mas se este modelo precisar de uma revisão cara aos 120.000km (correia de distribuição por exemplo) a quilometragem reduzida pode vir a sair mais cara a curto prazo. O mesmo pode ser dito de um carro com 60.000km sem qualquer historial de revisões contra outro com 120.000km mas com historial completo e com todas as revisões feitas a horas.

Analisar o real estado do carro

Motor Citroën C6 2.7 V6 HDiUm carro usado não é um carro novo. Dependendo do tipo de carro e dos cuidados do antigo proprietário podem existir riscos, mossas ou bancos coçados. Se está à procura de um carro barato para ser uma “máquina de guerra” podemos usar estes defeitos a nosso favor para baixar o preço do carro, se for um carro para restaurar ou colocar como novo já precisa de ter em conta os custos adicionais que irá ter.

É preciso ter em atenção quando foi feita a última revisão e verificar pela quilometragem quando será a próxima. Verificar o estado dos travões e pneus também é importante. E uns pneus Michelin a meio piso são muitas vezes melhores que uns Nakang novos colocados só para vender o carro.

Deve sempre testar o carro e tentar dar uma volta com ele. Existem problemas que se notam só com o motor a trabalhar, outros que apenas são visíveis ao conduzir o carro. Se não tiver experiência tente levar sempre alguém de confiança que possa atestar o estado mecânico do carro.

Verifique ainda o número de chaves, normalmente todos os carros trazem duas. Em caso de dúvida pode sempre pedir para reprogramar o imobilizador na marca, mas nada impede que possam abrir o carro com a outra chave, embora não consigam por o carro a trabalhar.

Mas ao comprar um carro usado não está só a levar para casa um monte de metal sobre 4 rodas, é preciso ter também em atenção a documentação do carro. Verificar se o nome que consta no Documento Único Automóvel (DUA) corresponde a quem está a vender a viatura, e verificar se não existe nenhuma reserva de propriedade nesse documento.

Deve ainda verificar a última folha da inspecção (se o carro tiver mais de 4 anos) não só para consultar os quilómetros como para verificar se existem anotações, uma vez que têm que ser reparadas na próxima inspecção e podem indicar que algo não estará bem com o carro.

É aconselhável verificar também o historial do carro, livros de revisões ou facturas da manutenção são bem vindas para comprovar o que foi feito e se foi feito a tempo e horas. Oficinas fora das redes oficiais de serviços rápidos como a Midas, Precision ou Norauto colocam a quilometragem da viatura nas facturas.

Antes de fechar negócio

O carro está em bom estado, os documentos parecem estar todos em ordem e as revisões em dia. Antes de fechar negócio deve verificar si próprio o historial do carro. Por exemplo, é possível pedir uma certidão das inspecções efectuadas numa viatura através da matrícula pelo site do IMTT, assim como numa conservatória do registo automóvel pedir para verificar se o carro tem alguma reserva de propriedade ou pedido de apreensão naquela data.

Fechar negócio e levantar o carro

Fiat 500 descapotávelAgora que está tudo em ordem e fechou o negócio para comprar o seu novo carro usado deve tratar de um seguro para a viatura para que possa circular com ela até casa ou alugar um reboque para trazer a viatura sem circular.

Na maioria das seguradoras, especialmente as que trabalham online (OK Teleseguros por exemplo) pode fazer o pedido de seguro para a viatura indicando a data em que deseja que a apólice inicie, neste caso a data em que vai buscar o carro. Basta depois de fechar o negócio ir a um terminal Multibanco e efectuar o pagamento, guardando o talão como prova de pagamento. O seguro passa a ficar activo na hora. Se for um seguro de danos próprios algumas companhias podem só dar inicio à apólice após uma vistoria ao carro.

Na altura da compra é só trazer a proposta de venda devidamente preenchida e assinada e tratar o mais rapidamente possível da alteração do nome do proprietário da viatura.

Ao seguir estes conselhos irá conseguir evitar maus negócios, no entanto tudo depende de si. Normalmente os negócios que parecem ser bons demais para ser verdade são isso mesmo.

Baker ElectricSprint Total - 7 anos online!Lavagem de Chassis

Comentários a “Comprar carro usado, como fazer um bom negócio?”

Não existem comentários a este artigo.
Inicie a discussão, envie o seu comentário

Adicionar um comentário

Quer adicionar uma imagem pessoal ao seu comentário? Registe-se gratuitamente em Gravatar

Adicionar comentário

Copyright © 2005 - 2016 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.