Mais um europeu a hidrogénio

BMW Hydrogen 7Eu sei que tenho sido criticado bastante as marcas europeias por se limitarem a fazer testes e mais testes com os carros a hidrogénio e não avançarem para a frente, mas também percebo que uma solução em massa a ser colocada agora no mercado seria um fracasso. Depois da Mercedes com os seus autocarros, a sua Sprinter da UPS e as Classe A a circular com cidadãos alemães, aparece a BMW com o seu Hydrogen 7, baseado no série 7. Ao contrário da Mercedes que aposta nas células de combustível usando o hidrogénio para alimentar motores eléctricos a BMW fez um híbrido que funciona tanto a hidrogénio como a gasolina de 98 octanas, o qual já andava em testes à alguns anos.

Esta é uma forma inteligente de apresentar o hidrogénio aos seus clientes, porque com as estações de abastecimento de hidrogénio reduzidas podem usar a gasolina para aumentar a sua autonomia. A BMW mostra assim que um carro a hidrogénio pode ser confortável, com bastante equipamento e com prestações aceitáveis.

A BMW anunciou também em parceria com a Total a construcção de uma estação de abastecimento de hidrogénio na área metropolitana de Munique a juntar às estações da Aral e da BP que se encontram abertas ao público na Alemanha.

Comentários a “Mais um europeu a hidrogénio”

Não existem comentários a este artigo.
Inicie a discussão, envie o seu comentário

Adicionar um comentário

Quer adicionar uma imagem pessoal ao seu comentário? Registe-se gratuitamente em Gravatar

Adicionar comentário

Copyright © 2005 - 2017 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.