Não, a gasolina e o gasóleo não vão acabar

Os jornais e outras publicações online estão carregadas de artigos mal traduzidos por pessoas que não fazem ideia sobre o que estão a escrever. Isto é um facto.

O problema é quando essas mesmas publicações escrevem algo por dedução, sem confirmar factos, e o pior ainda é que outras publicações vão atrás. No Motor24 criaram o artigo com o título Despeça-se da gasolina 95, 98 ou Diesel: É assim que vai identificar o combustível do carro para falar da norma NP EN 16942:2017.

O artigo em nada explica para que serve a directiva, apenas indica que os carros vão passar a ter um autocolante com o combustível que podem ter e o mesmo nas bombas. Claro, lançou a confusão com pessoas que sempre meteram gasóleo ou gasolina 95 sem saber afinal que combustível iam colocar.

Bastava à pessoa que escreveu o artigo pesquisar um pouco para perceber que nada muda. A gasolina 95 vai continuar a chamar-se gasolina 95, a mesma coisa para a 98 e para o gasóleo. É que, espantem-se, em Portugal já há bastantes anos que andamos a abastecer os carros com combustível misturado com biocombustíveis. A gasolina 95 tem 5% de etanol e o gasóleo passou a ter 7% de biodiesel.

Nalguns postos essa informação está presente dentro das lojas de conveniência, outros têm nos sites das marcas a constituição do combustível com essa percentagem indicada. Nada de novo.

Bombas com gasolina E10

Portanto, não muda nada, só passamos a ter mais uns autocolantes nas bombas a indicar o tipo de combustível até Outubro deste ano.

Esta directiva europeia faz sentido porque noutros países europeus que não Portugal vende-se E85 e E100, ou seja, gasolina com 85% de etanol ou etanol apenas. O problema é que algumas mentes brilhantes do marketing decidem criar o combustível SuperEtaXpto e ficamos sem saber se é E5, E10, E85 ou E100. Outras petrolíferas com pessoas mais capacitadas colocam essa designação juntamente com o produto, por exemplo SuperPowerForce E85 Cenas.

Assim o consumidor passa a saber o que está a colocar no depósito e não mete E10 a pensar que está a meter E85.

Mas o manual do meu carro diz para não por biocombustíveis!

Os carros que dizem isso não podem circular com E85, E100 e B100. Esse aviso refere-se apenas a uma incorporação de biocombustíveis elevada.

E não, o carro não vai avariar por causa do biodiesel ou do etanol. O único problema comprovado que o etanol causa é ressequir borrachas de tubos do combustível que não estão preparados para tal, em carros antigos (mais de 20 anos). Mas isto acontece apenas com E10 ou superior, e provavelmente dependendo de onde abastecem, se usam gasolina 98 já estão a colocar E10 há vários anos.

Preciso de ter um autocolante destes no meu carro?

Não, não é necessário. Apenas os carros novos passam a vir com estes autocolantes na tampa do depósito para indicar os combustíveis para que estão preparados.

Comentários a “Não, a gasolina e o gasóleo não vão acabar”

Não existem comentários a este artigo.
Inicie a discussão, envie o seu comentário

Adicionar um comentário

Quer adicionar uma imagem pessoal ao seu comentário? Registe-se gratuitamente em Gravatar

Adicionar comentário

Copyright © 2005 - 2018 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.