O país dos dísticos: Programa Risco Zero

Programa Risco ZeroSomos um país de idiotas, a sério que somos! Temos um problema de sinistralidade, como o vamos resolver? Ora, podemos melhorar a qualidade das nossas estradas, melhorar o ensino nas escolas de condução, tornar os exames de condução mais adaptados à realidade, ensinar noções de civismo e bom senso nas escolas… Espera, tenho uma ideia melhor, vamos criar três autocolantes!

É verdade, foi uma ideia muito parva. Todos os maus condutores já devem ter tido acidentes não? Errado!

Vamos supor que todos os dias pego no meu carro e pratico uma condução perigosa com tangentes enquanto serpenteio pelo meio do trânsito colocando terceiros em risco e provocando acidentes. Vamos supor que faço inversão de marcha a meio de uma curva e provoco um acidente. Em todas estas situações ponho-me em fuga. A cor do meu dístico? Verde claro está! Os outros desgraçados que não tiveram culpa nenhuma porque me apanharam pelo caminho vão andar com um dístico laranja.

Vamos supor outra, tenho um carro na minha família, eu tive um acidente e fui culpado e o meu pai teve outro acidente e foi culpado. A minha mãe pega no carro sem nunca ter tido acidentes e tem lá um dístico vermelho, será que é uma condutora perigosa?

Outra situação hipotética, o meu carro está estacionado e durante a noite alguém bate contra ele e coloca-se em fuga. Eu tenho que activar a cláusula de choque, colisão e capotamento para reparar o carro pelo seguro que até fica mais barato mesmo tendo o aumento de 5% ou 10% do prémio, vou ter um dístico laranja?

A sério que a seguir ao dístico do GPL e dos 80 nos comerciais e a tentativa de identificar os recém encartados esta é mais uma daquelas pérolas que não lembram a ninguém e em nada vão mudar a sinistralidade em Portugal.

Pessoalmente acho que faz mais sentido um sistema de carta por pontos do que um autocolante no veículo.

Comentários a “O país dos dísticos: Programa Risco Zero”

Paty comentou:
02/11/2007 14:08

Acho que nunca concordei tanto com o que escreveste hoje!
É realmente, uma idiotice, os autocolantes , em vez de optarem por meios mais eficazes , como o sistema de pontos na carta, por exemplo. Ou por outra coisa que não fosse tão patética como os autocolantes… mas não!
sinceramente vai contribuir em quê para a segurança o autocolante?!
Bem como o dístico a identificar o recém encartados eu sou contra essa ideia, primeiro porque as pessoas nas estradas são uns selvagens, onde não há civismo.
Eu que estou a tirar agora a carta, ou seja, ando no carro de instrução e estou a APRENDER e as pessoas buzinam por tudo e por nada a um carro de instrução onde uma pessoa vai a aprender, será que essas pessoas já nasceram ensinadas? se calhar muitas pessoas que tiram a carta conduzem melhor que muito selvagens q andam por aí a estragar os carros!! que pensam q são os maiores a conduzir e depois daí advém-se os acidentes, mas isto já é um caso á parte., em que eu acho uma discriminação, porque já com os carros das instrução é o que é a tentarem sempre ultrapassar á “cão” com o dístico amarelo (o tal, ovo estrelado)…era o cumulo.
voltando ao assunto dos autocolantes, acho que podiam fazer melhor que uns simples autocolantes… mas quando não dá para mais… ficam-se pelos autocolantes.

(alonguei-me mto amor :$ lol beijo bom)

Jarod comentou:
02/11/2007 14:37

Olá amigo forista AHO eu também sou a favor da carta por pontos, pois isso resulta bem noutros países.

Levantaste muitas possíveis excepções que põem em causa toda a estratégia dos autocolantes coloridos.

Bom trabalho!

02/11/2007 14:39

Já agora, sai um autocolante para dizer que sou homem, pois andam por aí uns iluminados em S. Joaõ da Madeira que acham que as mulheres não sabem estacionar. Ah, e outro autocolante para dizer que eu gosto de jogar Grand Theft Auto. Ah, e outro autocolante a dizer que tenho um GPS, para distrações.

Já agora, sai um vidro suplente, pois não sei se consigo ver com todos os autocolantes!!

Daniel Marques comentou:
26/11/2007 16:21

Dois objectivos de vida: Abrir uma fábrica de bandeiras num país islâmico e abrir uma fábrica de autocolantes em Portugal.

Pedro comentou:
15/12/2007 14:29

Porque é que no distico verde o carro continua espetado contra o muro? Afinal nao devia ser risco zero? Eh!Eh!

Eduardo Maio comentou:
18/12/2007 22:23

Bem apanhado Pedro! Também não tinha reparado nisso, será que é para os autocolantes ficarem mais baratos?

É que assim só muda mesmo a cor.

Adicionar um comentário

Quer adicionar uma imagem pessoal ao seu comentário? Registe-se gratuitamente em Gravatar

Adicionar comentário

Copyright © 2005 - 2017 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.