Os 5 carros antigos que ainda duram em Portugal

Existem carros antigos que duram e duram nas nossas estradas e acabam por se tornar parte da história automóvel portuguesa. Carros onde andamos quando eramos pequenos, ou nem eramos nascidos e eles já circulavam por aí, outros que foram o primeiro carro de muito boa gente.

Decidi então compilar uma lista dos 5 carros antigos mais marcantes, na minha opinião, que continuam a circular nas nossas estradas com alguma frequência. Alguns destes carros antigos até já antigiram o estado de “culto” à sua volta.

Carros antigos: MiniMini
Conhecido por alguns como Mini Morris, por outros como apenas Mini, este carro desenhado por Alec Issigonis ganhou um estatuto de culto por todo o mundo, e Portugal não foi excepção. Servia para levar toda a familia a passear e apesar dos seus atributos simples era um carro admirado e respeitado por todos. É comum encontrar ainda Mini a circular, grande parte em óptimo estado de conservação. Chegou a ser produzido em Portugal, tendo alguns exemplares sido vendidos novos até 1998.

Carros antigos: Volkswagen CarochaVolkswagen “Carocha”
De nome original Type 1, foi baptizado em Portugal de Carocha e tem uma grande legião de fãs.

Existem até vários entusiastas que se dedicam a transformar os seus Carocha, alguns com alterações da época, outros em criações bizarras como no carro dos Flinstones. O seu motor arrefecido a ar era robusto e tinha uma fiabilidade superior aos dos seus concorrentes da altura.

Carros antigos: Citroën 2CVCitroën 2CV
O carro do Duarte & C.a. Não tinha apenas 2cv, embora o nome assim leve a pensar, tratava-se do seu escalão fiscal em França. Na realidade o primeiro motor do 2CV tinha 9cv, tendo os motores seguintes uma potência superior, mudando o seu escalão para 3CV, no entanto o seu nome comercial de 2CV manteve-se. Tal como o Mini, o 2CV também foi produzido em Portugal na fábrica da Citroën em Mangualde de onde rolou o último exemplar em 1990.

Carros antigos: Renault 4LRenault 4L
Este era considerado por muitos como o jipe dos pobres, e foi um carro marcante em Portugal. Com um espaço interior considerável para o seu tamanho, a 4L foi um dos carros pioneiros no tipo de carroçaria hatchback. Tal como o Mini e o 2CV, a 4L também teve produção em Portugal. Chegou a ser o carro de eleição dos antigos TLP (PT) que agora usam Kangoos, para muitos o verdadeiro sucessor da 4L. Infelizmente já se torna raro ver exemplares destes em bom estado a circular.

Carros antigos: Mercedes 190DMercedes 190D
Não é um carro muito antigo, isto se tivermos em conta os 4 carros anteriores, mas é um carro mítico em Portugal e o carro de eleição para qualquer taxista por ter uma manutenção simples e continuarem a serem produzidas peças de substituição para este modelo. Ganhou fama de ser um carro para toda a vida, que faz 1 milhão de quilómetros sem problemas (embora exista grande exagero nesta expressão) e graças ao seu baixo valor comercial na Alemanha acabou por ser um dos carros preferidos para ser importado pelos portugueses.

Se souberem de mais carros antigos que continuam a circular em Portugal e que de alguma forma marcaram uma geração, partilhem. Podem também partilhar as vossas histórias e experiências com alguns destes carros antigos.

Comentários a “Os 5 carros antigos que ainda duram em Portugal”

António S. comentou:
07/09/2009 12:37

Faltam duas máquinas da altura o Datsun 1200 e o Toyota Corolla

Miguel comentou:
07/09/2009 12:52

Faltou referir aí no artigo do Carocha, que este teve um importante contributo de Adolf Hitler, quer no facto de ter sido sua a ideia quer mesmo ao nível de algumas partes do design, depois de não ter gostado do protótipo desenhado por Ferdinand Porsche…

Simon Says comentou:
07/09/2009 13:20

Excelente lista.

Também merecem destaque os Mercedes-Benz w123 e os FIAT Uno que ainda andam por aí!

Eduardo Maio comentou:
07/09/2009 16:17

António realmente como me pude esquecer dessas máquinas, até porque o meu pai teve um KE20 que de motor estava impecável, mas de chapa…

Miguel já tinha escrito muito superficialmente sobre as origens do Carocha mas esqueci-me de fazer referência ao artigo.

Simon bem lembrado, o Fiat Uno ainda me lembrei dele e o W123 é mitico ;)

dina comentou:
09/09/2009 20:42

Ainda vejo na rua alguns fiat 127…

João Manuel comentou:
14/09/2009 00:50

Tenho histórias com todos estes 5 automóveis.
O mini. Uma colega da minha Mãe tinha um. Quando à boleia, ia sempre atrás, e eu embora católico não sou muito de rezas, …à excepção dos periodos de tempo que ia no banco de trás! Era um susto de condução. E ganhei de tal forma pavor ao carro que nunca mais me sentei num!!!
O Carocha. O meu Pai tinha um de ’66 com volante à direita. Tinha vindo de Moçambique. Vendeu-o em 83 a um colega por 20 contos. Que saudades que tenho daquele carro…
O 2cv. Embora seja dificil de acreditar, nos meus tempos de faculdade, um colega meu tinha um. Novinho vermelho que o Pai dele lhe tinha oferecido! Morava nos Olivais e, nos dias de muita chuva ou vento, ele dizia que o carro abanava todo, pelo que optava por ir de taxi. Pelo sim pelo não, …nunca ninguém lhe “cravava” boleias…
o Renault 4. O meu Tio, Engenheiro Agronomo no Algarve (daqueles que pouco trabalho de secretária faziam…) sempre que necessitava de um carro para ir ao campo, …preferia uma Renault 4 aos 4×4 que o estado disponibilizava para o Ministério…
O 190. Cá na terra tipicamente o carro que todo e qualquer velho ou novo com pouco dinheiro compra em detrimento de um Clio ou Punto. Gasta mais, é mais poluente, é mais antigo, … certo mas dá mais estilo sentarem-se no café ou na tasca e porem a chave com a estrela reluzente do porta-chaves em cima da mesa… O meu Sogro tinha um 190 (2.5 Diesel…penso) em taxi, que ainda anda sem problemas de maior!
Ao que sei só lhe substituiram o motor, e por outro com mais de 300.000 Km…
Quanto a esta lista, para mim falta o Renault 5 e o Golf II. Do primeiro já poucos de vêm mas do Golf ainda há muitos e muitos por aí espalhados.
Um abraço

Ricardo comentou:
15/09/2009 15:52

O meu pai ainda tem uma 4L toda renovada e continuo a adorar a condução desse carro.

Mário comentou:
02/09/2010 10:02

Boas!! só hà pouco tempo descubri este blog e felicito-o porque está muito bom mesmo!
Já agora informo que ainda ha dias vi um Sadi 500!!! Aquele micro carro branco ehehe
Cumprimentos

Joaquim Fonseca comentou:
12/05/2011 15:24

Já fui possuidor de todos esses clássicos excto o mercedes só minis tive 3 o 1º era o 850 com a alavanca das vel. comprida,também tive um fiat 600 normal abria as portas para trás e tinha duas alavancas pequenas entre os bancos uma era do ar a outra para acionar o arranque do motor, mas do k tenho mesmo saudades é do velhinho 2cv tinha 13 anos em 1964 estava a trabalhar numa loja do meu padrinho e foi nessa relíquia que ele tinha e k eu aprendi a conduzir,possui mais alguns velhinhos mas ficam para a próxima,continue com este trabalho um abraço e obrigado.

Cristóvão Rodrigues comentou:
26/08/2011 13:43

Boa tarde pessoal:
Voçês estão se a esquecer da Renault Express, foi uma carrinha muito popular em toda a Europa, ainda hoje se encontram destas carrinhas a levarem vida negra todos os dias e com mais de 20 anos, isto sim são carrinhas de guerra que nunca mais acabam, quer a gasolina quer a diesel.

Pimba comentou:
04/03/2012 01:56

Andava eu a fazer uma busca para ver se encontrava os primeiros carros que foram comercializados em Portugal porque sou coleccionador de postais e veio parar à minha mão um estranho postal português do inicio do seculo XX onde se vê um carro antigo e caí aqui…
Já agora como achei muito interessante o assunto gostava de dár o meu contributo.
Eu penso que o titulo embora correctissimo deveria ter uma especie de subtitulo do genero “…e mais populares e importantes para os portugueses” e embora existam vários gostava de salientar 3 que no fundo são 5 e são importantissimos.
Renault 5 – Este carro fez parte da vida dos portugueses durante quase 20 anos, chegou a haver um periodo no fim dos 70 inicio dos 80 que era quase uma “praga” ruas inteiras em que os carros estacionados era tudo Renault 5, são o espelho da melhoria de qualidade de vida dos portugueses. Moderno, confortavel, um bom estradista e barato, a verdadeira democratização do automóvel, era vê-los de tejadilho carregado com as coisinhas que se ía buscar à “terrinha” ou com todo o tipo de tralha para as férias, com ele o Algarve ficou mais perto e ao alcance de todos.

Fiat 127 e Fiat Uno – Um é a continuação do outro e a sua modernização para se parecer mais com um Renault 5. Em conjunto os dois modelos Fiat acompanharam os portugueses durante mais de um quarto de seculo e tal como o seu grande rival Renault 5 foram a face dos novos portugueses cada vez mais independentes, que passaram a poder ir trabalhar para mais loge de casa graças ao seu carro. Um carro nos anos 60 custava o equivalente a cerca de 60 ordenados médios, nos 70 a 40 e nos 80 a 25, portanto toda a gente a andar de carrro…

Peugeot 404 e 504 – Parece que ninguem já se lembra deles, mas foram talvez os carros mais importantes em Portugal durante 30 anos e no caso do 504 ainda andam muitos por aí. Nesses 30 anos práticamente toda a nossa economia dependeu deles, era o carro dos vendedores, pedreiros, lavradores e tudo o que era gente de trabalho. Amolgados, sujos… mas sempre a andar, abençoado motor Indonor 1700cc que deu para tudo, até para os UMM.

Um Abraço a toda a gente

antonio guerra comentou:
18/04/2012 22:16

Olá vou partilhar convosco a experiência de 2 do 5 carros em análise.
O 2 Cv é uma experiência única de condução, é extraordinário.
o outro é o Mercedes 190D, o meu está comigo vai para 17 anos, 500 000 Kms, 5,5 litros de Gasóleo aos 100 e uma condução extraordinária, só quem tem, sabe o que estou a falar.
500 000 Kms sem nunca ter chamado um reboque, parecem estes automóveis novos.

Cada um no seu momento fazem parte da minha vida.

Um abraço

Adicionar um comentário

Quer adicionar uma imagem pessoal ao seu comentário? Registe-se gratuitamente em Gravatar

Adicionar comentário

Copyright © 2005 - 2017 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.