Os prós e contras do GPL após 17.000km

Alfa Romeo com sistema BRCPercorridos 17.000km desde a instalação venho falar dos prós e contras do GPL, pelo menos no meu ponto de vista. Apenas para recapitular, a 7 de Setembro com 131.770km efectuei a conversão para GPL, estamos agora a 7 de Março e o carro já conta com 149.000km.

Contras: Demora a encher
Encher 45 litros de GPL leva aproximadamente 3 a 4 minutos, o mesmo tempo que demorava para meter 70 litros de gasolina. O pior mesmo é quando temos muita gente à frente e para variar apenas existe uma bomba em cada posto de abastecimento. Depois, se a gasolina malta é rápida porque mete €5 ou €10, a GPL quase toda a gente atesta. Por outro lado serve para socializar com outros proprietários de carros a GPL, trocar impressões e até tirar os preços do combustível.

Contras: Gás perde pressão quando está a acabar
Este é mais um contra do carro ser bifuel e de, no meu caso, deixar acabar o gás para fazer médias (por isso gasto tanta gasolina). Se andarmos com o gás quase a acabar, com apenas 2 ou 3 litros do depósito, é fácil o carro passar para gasolina ao pisarmos um pouco mais o acelerador porque não tem pressão suficiente. Na verdade isto acontece também a gasolina, mas a gasolina nunca deixamos acabar o combustível não é verdade?

Contras: Torna-se dificil conduzir para os consumos
Se a gasolina fazia consumos record e circulava sempre dentro dos limites porque a gasolina estava a €1.555 o litro, a gás com preços de €0.621 o litro isso torna-se mais complicado. No entanto como me preocupo bastante com o ambiente, e como ir a 130 ou 150 é quase a mesma coisa em termos de tempo, acabo por tentar circular mais devagar e reduzir o consumo e as emissões.

Passemos então às partes positivas da conversão para GPL Auto, existem mais mas acho que estas são as mais marcantes.

Prós: Encher o depósito é mais “limpo”
As primeiras três vezes que fui encher o depósito aquilo fazia-me uma confusão desgraçada com o prender da pistola e a núvem de gás que sai no final, agora que já sei trabalhar com aquilo prefiro este método ao “tradicional” de encher gasolina. Custa menos carregar num botão e encher do que ficar a pressionar o gatilho e não existe a emissão de vapores nocivos nem derrame de combustível como acontece com a gasolina ou o gasóleo.

Prós: O GPL faz-me passear mais
Se dantes ir dar uma voltinha a Sesimbra com a namorada quase que me levava à falência, agora até pego nela e a levo ao Porto ou a Troia apenas para passear. O custo do GPL permite-me tal feito e isto aumenta a nossa qualidade de vida. Até para ir de férias com a familia, se dantes era impensável levar o meu carro por causa do preço da gasolina, agora é o escolhido em detrimento de um outro a gasóleo. O ambiente agradece e a carteira e a mente também.

Prós: As gasolineiras gostam de nós
É verdade, então a Galp adora os seus clientes de GPL Auto. Ele é pontos a dobrar nos cartões, descontos no preço do combustível, ofertas (GPS da Galp), jornais (BP) e tudo mais. Aliás, a Galp quando abre um novo posto com GPL normalmente oferece pontos a triplicar no cartão Fast aos clientes de Autogás. O melhor disto tudo é que ainda fazem o cliente se sentir bem com palavras de apreciação por sermos menos ofensivos com o ambiente.

Basicamente é isto, após 17.000km continuo bastante satisfeito com o meu carro e espantem-se, ainda não explodiu, não queimou as válvulas nem nada do género e os cavalos não fugiram com medo do gás, continuam lá todos de boa saúde e recomendam-se!

Audi R8Posto BPPrius a GPL

Comentários a “Os prós e contras do GPL após 17.000km”

Rui Peixeiro comentou:
07/03/2008 02:05

Cada vez mais estou convencido a instalar GPL no meu carro.

Assim que possa (€€€) acho que é dos investimentos que lhe vou fazer. Apesar dos anos, o meu Rover 216 Sportcoupe, só tem 83mil kms e continuo a acha-lo bonito e talvez me mantenha com ele por alguns anos!

Obrigado por estas análises à tua experiência com o GPL.

Daniel Marques comentou:
07/03/2008 15:08

Uma coisa que ainda não compreendi. Porque é que as gasolineiras gostam de clientes GPL? Não pode estar unicamente relacionado com o ambiente, deverá haver também outras vantagens associadas, não percebi ainda é quais.

ac comentou:
07/03/2008 15:29

Tive um carro a GPL de 1996 até 2001, um Citroen ZX. Na altura havia poucos postos de abastecimento, muitas das vezes eram armazéns nas zonas industriais, mas esse transtorno era largamente compensado pelo preço (cheguei a comprar a 75 escudos o litro) e pela poupança do motor. Lembro-me que na primeira mudança de óleo o mecânico nem acreditava, em vez da habitual coloração negra tinha a cor de óleo novo. Não só poupava no preço por litro como nas mudanças de óleo, que passaram a ser cada 20000kms, invés dos 7500 kms de quando andava a gasolina. Problemas de fiabilidade, nenhuns. Aconselho vivamente.

Eduardo Maio comentou:
07/03/2008 16:29

Rui o Tomcat é uma bela máquina, gosto bastante dele. É uma boa opção para GPL se der para funcionar com injecção multi-ponto. Em fluxo continuo também não é mau, mas é preciso ter cuidado com a mistura pobre.

Daniel o consumo do GPL Auto foi o único a subir em 2006 e 2007, o consumo dos restantes combustíveis desceu. Para o consumidor é mais barato, para as gasolineiras a margem de lucro é ela por ela.

ac em 1996 ainda deveria ser um kit aspirado, certo? Com esses infelizmente existe perda de potência e um aumento no consumo superior, mas no final continua a compensar. Realmente algo que acho estranho é o óleo, se a gasolina passado 10000km já estava a ficar escuro, a GPL com 10000km o óleo ainda estava clarinho. Acho que vou passar a mudar o óleo a cada 17.000km em vez dos habituais 15.000km a gasolina. O ambiente também agradece, que os óleos usados são bastante nocivos, apesar de nas oficinas terem o tratamento adequado.

Daniel Marques comentou:
07/03/2008 16:52

Neste blog fazem atendimento personalizado, gosto!

ac comentou:
10/03/2008 16:50

Quando mudei para GPL o carro perdeu rendimento, coisa que se resolveu tornando a mistura mais rica. O ZX ficou a gastar à volta de 11 l/100km de GPL para ter o mesmo rendimento que a gasolina, mas mesmo assim compensava muito. Pela minha experiência pode-se aumentar à vontade os intervalos de mudança de óleo. O motor a GPL é muito, mas mesmo muito mais limpo.

David Pinho comentou:
31/07/2008 19:29

tenho um renault laguna 2.0s 140cv, mas tem um consumo bastante elevado, gostava de saber se compensa modificar para gpl.

Carlos Raposinho comentou:
22/08/2008 23:30

Se ate agora gostava de GPL, ainda mais gosto.
Pois meti uma peça que me garante mais renatbilidade e com 10% de economia.
Garantidamente vale a pena

Carlos Miguel Pereira Duarte comentou:
28/09/2008 22:23

Eu instalei GPL no Meu Corsa C 1.2 e tem um depósito de 47 lts, mas não sei qual é a capacidade de enchimento. Até agora estou satisfeito, mas quando quero arrancar numa subida, tenho que dar uma dar uma acelaração fora do normal para conseguir arrancar, caso contrário vai abaixo. Eu gostava saber quando vou atestar o depósito que quantidade devo atestar?

Eduardo Maio comentou:
28/09/2008 22:40

Carlos o melhor será reportar essa situação ao seu instalador caso já tenha percorrido mais de 2000km após a instalação e esse comportamento se mantenha pois pode necessitar de uma afinação. Aliás, tal é recomendado após a instalação.

Em relação ao depósito, este deve levar entre 38 a 40 litros. Se vai atestar é deixar que o limitador do depósito actue, assim que o ouvir é largar o botão de enchimento e o depósito está cheio (a cerca de 80% da capacidade total).

augusto comentou:
19/11/2008 23:18

a dez anos que instalei o sistema gpl, e aconselho a todos os meus amigos. no meu caso ao fim de 8 meses o sistema ficou pago e vejam daí para cá a economia que eu tenho tido. Nesta altura estou `a procura de um renault laguna a gasolina para instalar outro sistema gpl.

cara comentou:
29/12/2008 13:06

Boas- GPL??? para quem faz 90% dos percursos na zona de braga, não há nada melhor que o GAZ NATURAL. tenho uma Zafira (carro grande de 7 lugares) e consigo fazer 100Km com 4€. se andar mais no aceleravai lá para os 4.6€.
Só pode ser abastecido na TUB a 0.58€/m3 e ao contrario do GPL, não varia com o preço do petróleo. Outras marcas com Gaz natural de ORIGEM são: Fiat, Vokswagen, Mercedes, Citroen

Eduardo Maio comentou:
29/12/2008 13:28

Desculpe discordar, mas para quem faz 90% dos percursos em cidade não temos nada melhor que os carros eléctricos actualmente.

Polui menos, é mais barato e como não se fazem grandes percursos a questão do periodo de recarga não é um entrave ao seu uso. É tão usável como um carro a GNC em Portugal, infelizmente.

O GNC em Portugal é uma vergonha, deveria ter tantos postos como o GPL tem, caso contrário não serve como alternativa que o deveria ser.

nuno comentou:
17/06/2009 22:10

gostava de saber se alguem instalou gpl numa xsara picasso?,de 2003 e ja agora qual o feedback?teve problemas?ja me disseram que em certas marcas dão problemas.obrigado por qualquer resposta

francisco milhazes comentou:
05/07/2009 22:42

para um citroen xantia 2.0 16v,qual o preco ,quais as opcoes?ajuda

Eduardo Maio comentou:
06/07/2009 00:50

As transformações rondam os €1600 com os kits de injecção sequencial para motores de 4 cilindros.

jacare comentou:
20/08/2009 18:52

boas
se tinha alguma peq duvida sobre as prestaçoes/beneficios do gpl elas desapareceram ao ler as v/ experiencias.
o meu slk 230 kompressor 96 vai pertencer ao clube a partir de dia 02/09 por 1700€
dp apareço para dar opiniao
abraços

Sharkinboard@iol.pt comentou:
18/01/2010 20:52

boas…tu q tens o kit..nao sei que carro tens..mas se tem turbo..nao se perde potencia….o teu kit ja é dos modernos?…
um abraco e obrigado

Reis comentou:
14/06/2010 02:51

Ola, sou mulher e quero comprar um rover 45 pela estética e tb pelo carro ser muito confortavel e preço, sei que foi a falencia a rover mas que existem peças lá fora que se podem pedir, gostria de uma opinião no caso de instalar GPL nesta viatura, seria uma boa opção?

Bruno comentou:
21/06/2010 10:21

Tenho o sistema de GPL á menos de uma semana no meu carro e é como se tivesse nascido outra vez para a vida.

Pedro Ferreira comentou:
25/07/2010 14:26

Tenho um Fiat Punto de 1997, 1108cc, 54CV, Kit de GPL instalado desde 1999. Infelizmente é um kit de aspiração, e dado o facto de ser um motor tão fraquinho, necessita de velas quase de 20000km em 20000km. Caso contrário soluça e faz uns rateres. òleos e filtros, mete a cada 15000km óleo (sempre claro e com aspecto de novo o que sai), filro a cada 2 mudas de óleo. Potência perde! Não se nota na cidade, nem em estradas nacionais, mas em A.E. nota-se uma perda acima dos 120km/h. E regista uma velocidade máxima de 140km/h a GPL, quando a gasolina vai com facilidade acima dos 150km/h. Médias, a gasolina está com consumo combinado (estrada a 90km/h e cidade) de 6,6l a 7l. GPL, chega facilmente aos 8,5l, a menos que se circule só em estrada. Aí chega a gastar 6l de GPL. Mesmo assim a 0,65c cada litro, gasta apenas entre 5 a 6€ por cada 100Km. A gasolina gasta entre 9 e 10€ para fazer o mesmo! Logo compensa! Outro aspecto interesante é o facto do motor, embora agora conte com 117000km funcionou sempre a gás desde os 34000km, e noto por isso um trabalhar mais silencioso e suave, do que outros Puntos (carro bastante visto ainda). Se trocar de carro agora, apenas me dão uns mísero 550€ por ele. A menos que compre um novo com Zero Km. Por essa razão, vou continuar a circular com ele até que venham problemas ou avarias complicadas.

N81 comentou:
29/07/2010 19:16

Boas queria saber qual a melhor oficina para fazer a conversão de um laguna 1.6 16v.
Alguem me pode dar algum historial de um carro destes a GPL, compensa??

Francisco comentou:
13/09/2010 21:34

Olá estou a pensar adquirir um Frontera de 1995 para utilização mista, motor 2.0 gasolina/GPL que o vendedor diz fazer 11,12L aos 100kms, será compensador em relação ao diesel? Estes valores serão correctos?

miguel comentou:
02/02/2011 21:43

Tenho uma auto-caravana a GPL, e estou muito contente , tenho medo é que em breve quando formos muito a GPL, não comecem aumentar o preço, amigos lembrem-se vivemos num país de oportunistas, ma até lá vamos aproveitando GPL a 76 cêntimos o litro.

A Santos comentou:
07/03/2011 12:28

Se possivel gostaria de uma ajuda por favor,
tenho um Renault Scenic 1400 a gasolina que consome muito, acham que é um bom carro para passar a GPL e sabem informar qual será o valor dessa transformação.

obrigado.

lcpat comentou:
10/03/2011 12:11

Bom dia, tenho um Honda Civic EX, 1.4, com 105 Cv. O carro têm 233000 km, eu penso que já não compensa devido há idade e km, mas quanto custaria um sistema GPL para este carro? eu faço cerca de 7,5 L/100.

manel comentou:
10/03/2011 15:47

Boas!
Eu tenho um Volvo s40, 1800 cc a gasolina.
O carro é de 1997 faz uma média de 8 litros(gasolina) aos 100 km e tem 170000 km.
Será que vale a pena instalar o sistema gpl??? não haverá outro tipo de problemas com o carro?? não ha contras??

Carlos Braga comentou:
21/03/2011 21:51

Gostaria de partilhar convosco a minha experiência de GPL. Há perto de um ano comprámos um Volvo S40 para a minha mulher, já com o GPL instalado. É um 1600cc com 110cv. Não se nota a diferença de potência entre a gasolina e o GPL, mas nota-se no preço! Ficámos tão contentes que este Dezembro passado comprei um Volvo 850 T5 de 97 a gasolina e mudei-o logo para GPL. Fiz todas as contas antes de o comprar, relativamente à gasolina e ao gasóleo. O GPL compensa sempre. A minha instalação foi cara pois o carro tem 5 cilindros e é turbo, mas feitas as contas todas, ao fim de 25300Km tenho o investimento pago, e depois é só economia! Não há diferença na potência entre gasolina e GPL para motores grandes. Já para motores mais pequenos essa diferença é notória. Há quem instale GPL em motores de 1400cc e não note diferença na potência. De 1600cc para cima é garantida a igualdade na potência e garantida também a poupança em combustível. Só utiliza gasolina quando se põe o motor a trabalhar. Depois passa instantâneamente a GPL. É mais limpo, económico e aconselho a todos os que ainda têm dúvidas em instalar este sistema. Ah, e é mais seguro que um carro a gasolina em matéria de explosão por choque ou acidente! Deveria haver mais gasolineiras com GPL!

Fiipe comentou:
30/04/2011 15:40

Tenho Um toyota ja com 187mil . O carro ta impecavel de motor km feitos quaze so em auto estrada. sera que ainda compensa por a gas? sera necessario por um sistema de kubrificaçao se assim for?

Sérgio comentou:
08/05/2011 10:11

Boas. Muita gente fala em perdas de potencia em automóveis de baixa cilindrada e antigos, pois bem, tenho um Ford Fiesta 1,1 de 1991 e á coisa de menos um mês mudei para GPL, não noto qualquer diferença em relação á potencia do carro, pelo contrario, o motor tem um trabalhar mais suave e já não vai abaixo quando está frio e ainda não fiz qualquer afinação será feita aos 25 00km.
Por enquanto só tenho a dizer maravilhas da mudança.

João Nunes comentou:
08/06/2011 11:45

Estes sítios onde o pessoal faz boa publicidade ao GPL deviam ser proibidos, digam que já tiveram dois carros q explodiram e q morreram pessoas,só assim garantimos que, apesar da escalada até no gás auto nos últimos tempos, os preços s mantém baixos ou até descem, pq ninguém vai querer um carro com 60 litros de gás na mala! :)

Eduardo comentou:
19/06/2011 22:14

Agora com a publicidade da Fiat ao Punto ainda pior, começam a cair os mitos todos do GPL. Aliás, quanto mais cara está a gasolina menos mitos existem sobre o GPL.

jose arpad comentou:
07/07/2011 23:45

olá viva , tenho uma carrinha vw golf lll 1.6 gt 101 cv de 1995 com 140 000 kl ,o carro foi sempre meu por isso os klm são reais e esta em muito bom estado geral , so tem um contra , é muito gulosa ,media 9 litros aos 100 .Gostaria da vossa opiniao se vale a pena gastar os 1600 euros que me pediram pelo kit gpl.E ja agora qual o melhor para este carro pois sou um leigo no assunto .

obrigado

manuel santos comentou:
11/08/2011 01:08

gostaria de me aconselhar com quem tenha por favor um toyota corolla 1.3 luna o meu é o modelo de 1999 (faróis redondos), com sistema de gpl para ter uma opinião.
pois o meu 1º carro foi a gpl e foi fabuloso era um automovel de sonho pois já tinha 13 anos quando o comprei e foi fantastico em cidade fazia com 10 euros (que na altura era em escudos
2000$00) 300 km com 3700$00 de gaz fiquei a pouco mais de 100km de Portimão era um espetaculo Renault 9 gtl 1.4 de 1985 depósito de 62 litros.
mais uma vez peço a atenção de um conhecedor ou propriatário de toyota corolla 1.3 luna.
muito obrigado

Filipe Silva comentou:
28/08/2011 21:58

Gostaria de dizer o seguinte, tenho um Nissan 1600cc a GPL, com o GPL da BP perdia muita compressão mas como da Repsol não noto qualquer diferença da gasolina. Aguardo agora o teste que estou a fazer sobre os consumos!

Paulinho, Telhado comentou:
12/09/2011 11:38

Boas,
Tenho uma carrinha Opel Astra Caravan 1.4 a GPL desde 2006 que já fiz 87000Km a Gaz, e posso dizer que já poupei +/- 4000€, aconcelho vivamente a alteração pois na altura comprei a carrinha com 26000Km prepositadamente a gasolina, por ser mais barata em relação a uma carrinha a gasóleo e o que ia poupar nessa compra dava para a converter a Gaz, a gasolina gasta 7.5Lt aos 100Km e a Gaz faz médias de 9Lt aos 100Km, ainda ajuda que meto o Gaz mais barato de Portugal que é aqui em Arnoso Vila Nova de Famalicão 0.62€, até hoje ainda não gastei um cêntimo no meu sistema a Gaz……

albert comentou:
29/09/2011 23:48

ola malta,tenho um peugeot406,1,8l,de2001,queria saber qual seria o preco do kit gpl para este carro

Silvana Curado comentou:
18/11/2011 10:43

Boas, tenho um furgão Citroen Jumper 2.5 a Diesel, 75 cv, de Fevereiro de 2002. Os consumos chegam a ser de 13 litros de gasóleo / 100 Km. É possível a conversão para GPL. Têm alguma estimativa de consumo no caso da conversão para GPL? Por quanto poderia ficar a conversão? Obrigada.

Eduardo comentou:
19/11/2011 12:23

A gasóleo de momento só tenho visto conversões em camiões. O melhor é entrar em contacto directo com um instalador. Eu sei que a Front Fuels já fez uma conversão deste género.

Fernando Loureiro comentou:
21/01/2012 19:20

Caros amigos: depois de ler as vossas conversaçôes sobre estes sistemas,já agora,gostaria de saber se alguem me pode dizer se será possivel converter um mercedes CLK 230 Cabrio ao sistema GPL. Alguem tem uma opinião ?
Obrigado
Fernando Loureiro

zelia marques comentou:
05/03/2012 23:33

Boas!
Gostava de um pedido de ajuda porque de carros não perçebo nada.
Tenciono comprar um classe A 140 de junho se 2000 a gasolina e tenciono mudar o sistema para gpl.
A minha dúvida é a seguinte:
Como faço as contas para a saber o consumo que vou ter a gpl sabendo que este carro consome a gasolina 9 litros (para arredondar) e outra coisa, vale mesmo a pena comprar a gasolina para o transformar ou acaba por ser melhor opção comprar o mesmo carro a diesel?
Obrigado!

Eduardo comentou:
12/03/2012 00:26

Zelia possivelmente irá gastar entre 10 a 10.5 a GPL. Em termos de preço é equivalente a um carro que faça entre 5 a 6 litros a gasóleo.

Flor comentou:
16/03/2012 17:05

Boa tarde,
Eu sou professora e passo a vida a fazer as malas de um lado para o outro do paí.
Tenho um opel corsa há três anos, com 55 mil km, e estou a pensar converte lo em gpl. A primeira pergunta é: será possivel? pois tenho observado à volta e ainda nao vi nenhum opel corsa a gpl. E gostaria de saber qual seria o preço da conversão?

João Fernandes comentou:
18/03/2012 12:18

Estou a pensar comprar um Toyota RAV4 a gasolina para transformar em GPL.
Alguém sabe de oficina de instalação gpl bem credenciada para fazer esta alteração a sul do Tejo?

Amilcar Azevedo comentou:
18/03/2012 17:45

Tenho um fabia 1.2 a gasolina gostaria de saber mais ou menos quanto gasto a colocar kit GPL.
A media de consumo ronda os 6L a gasolina, quanto passara a comsumir a gás
Qual oficina aconselhada no grande porto para proceder á instalação?

Ricardo Mota comentou:
28/03/2012 11:36

bom dia,
Antes de mais convém frisar que sou um nabo em matéria de carros, e devido à roubalheira que se está a passar nas gasolineiras estou a pensar em mudar o meu carro para GPL. O meu carro é um Honda Civic 1.5 de 1997 e de acordo com o orçamento que me deram deverei gastar cerca de 1400 ou 1600€ dependendo da marca que escolher. Eu sei que há kits que rondam os 1000euros mas dizem que não aconcelham esses kits para o meu carro. Eu pergunto-me se de facto esses kits não são aconcelhados para o meu carro mas funcionariam, ou se querem é que eu compre os mais caros.
O meu carro tem um sistema em que se eu conduzir com cuidado (90-110kmh), acende uma luz “econo” e faz médias de 6/6.5l aos 100km. Ninguém acredita que faço essas médias com um civic mas é verdade. Pergunto-me se esse sistema ficaria inutilizavel com o GPL ou se continuaria a funcionar.
Por último, tenho tido dificuldade em encontrar empresas que façam este tipo de conversões. Sabe de algum “directorio” onde posso encontrar estas empresas.
Obrigado.

Monica Mendes ( RC ) comentou:
03/04/2012 00:17

Boas; Tenho uma V40 ( 1.6 Gasolina ) de 2001 com 49.000 Km. A minha questão prende-se com o equilibrio de potencia: O carro ficará muito diferente? Ainda por cima ele já não é grande coisa!!!
Aconselham-me por favor algum instalador sério, na zona do Porto?
Obrigada a todos os que me derem conselhos.
MM

luis moreira comentou:
03/04/2012 16:57

Tenho um Renault megane, 1600 com caixa automática, gostaria de aplicar sistema a GPL, gasta uma média de 8lts/100
Se por ser de cx automática não perde rendimento e quanto irei gastar de gpl/100

obrigado

luis moreira comentou:
03/04/2012 17:02

Em complemento ao pedido de informação anterior qual o operador para aplicação me aconcelham na zona de Aveiro
obrigado

Bruno comentou:
09/04/2012 01:16

A liste OFICIAL de instaladores de GPL está no site “imtt.pt” (vão à Veículos->Aprovações->Transformações, a lista está no final do tópico).

Quanto aos preços, os kits (componentes + mão de obra) rodam os 1500 euros (motor de 4 cilindros) e quantos mais cilindros mais caros são, além disso, ainda NÃO existe kits para motores com mais de 8 cilindros (info de final de 2011), a instalação é feita num prazo de 2dias.

Cuidado ao instalar os kits em caros novos, pois PERDEM A GARANTIA do fabricante.
Além disso, perdem capacidade de mala se for montado um depósito cilíndrico, no entanto podem optar para um em forma de “o” (mais pequeno) e ser colocado no espaço da roda sobressalente (mas ficam a usar kits anti-furo).
E realmente existe uma ligeira quebra de potência de cerca de 5 cv, mas só em altos regimes.
Quanto a proibição de estacionamento em locais fechados, já não é justificável mas ainda se mantém.

Agora quanto aos pontos positivos, só tenho uma coisa a dizer, se puderem INSTALEM.
Para os ecologistas, é sem dúvida uma escolha óbvia, além do motor se tornar mais silencioso e sua utilização mais suave, a combustão é mais completa o que evita a criação de depósitos de carvão, o que se verifica no óleo mais “limpo”.
O risco de explosão e de fuga é inexistente pois como é óbvio, é sujeito a testes antes de ser homologado. O depósito tem ainda um sistema que impossibilita o abastecimento acima dos 80% para prevenir a expansão de gás em caso de aumento de temperatura.
A falta de postos GPL já não é justificável pois o seu numero está sempre a aumentar e toda a rede de auto-estrada está coberta. Se no entanto ainda estiver com problemas em encontrar um posto podem sempre procurar no site “maisgasolina.com”.

Agora quanto ao que interessa, a economia em combustível, e tomemos como exemplo os valores do chevrolet spark 1.0 retirados do site oficial.
Enquanto que a versão gasolina gasta 5.1 L/100km, a versão GPL consome 6.8 L/100km (o consumo em gasolina é sempre inferior) e com os valores médios de gasolina 98 a 1.878 euros e de GPL a 0.830, podemos concluir que cada 100km feitos a gasolina custam 9.58 euros, a mesma distância em GPL custa 5.64, o que equivale a uma DIFERENÇA DE PREÇO de cerca de 40% a favor do GPL.

Sendo assim, e se considerarmos a diferença de preço por 100km dos diferentes combustíveis, podemos afirmar que os 1500 euros seriam reembolsados ao fim de 38000km. Logo se conduzirmos uma media de 13000km por ano, o investimento a partir do 3ºano torna-se lucrativo.

Eduardo comentou:
14/04/2012 15:37

Ricardo Mota funcionar ele funciona, agora se acha que compensa 500 ou 600 euros quando os irá gastar em gás porque o carro vai consumir mais, sem falar dos problemas que vai ter com o motor isso já é outro assunto.

Paulo comentou:
22/04/2012 19:36

Boa tarde,
Tenho um Citroen de 2004, que nunca teve problemas de mecanica e que sempre fiz as revisões na marca.
A semana passada coloquei o meu carro a gás.
Quando sai do centro de instalação e após o carro ter feito cerca de 15 km deixou de andar, perdendo a aceleração.
Liguei para o centro e deslocou-se ao local um funcionario que depois de ver o carro disse que o problema era da bobine de ignição, e que nada tinha a haver com a montagem do sistema.
Assim, pedia a vossa ajuda para saber se com uma má montagem do sistema GPL pode trazer problemas ou não para a bobine de ignição
Obrigado

Eduardo comentou:
29/04/2012 14:17

Paulo também acontecia o mesmo a gasolina ou só a GPL? É que o sistema de GPL puxa mais pelo sistema de ignição (bobines, velas) e pelo sistema de refrigeração e a própria linha de escape.

O que pode acontecer é a bobine já não estar em boas condições, mas a gasolina ser imperceptível e a GPL notar-se que algo não está bem.

O que se costuma fazer nalguns casos é usar velas de Iridium ou alterar a folga das velas novas para que fiquem a funcionar correctamente a GPL e poupem ligeiramente o sistema de ignição.

fazatuagora comentou:
04/05/2012 18:52

Boas, há pouco tempo adquiri uma volvo v40 1.9d e levei-o ao mecânico para fazer uma geral. Ele Tinha lá 3 carros a GPL e eu perguntei-lhe se realmente era rentável colocar GPL. Ele começou a rir-se e disse-me que nunca na vida poria GPL a não ser que pensasse mudar de carro um tempo depois. Questionei o porquê daquela afirmação ao qual ele me explicou e mostrou. Os 3 carros tinham os cilindros do motor todos picados e segundo ele aquilo era frequente acontecer pois a lubrificação que um carro a gás tem e faz no motor não é a mesma que um a gasolina ou a gasóleo, acontecendo então com alguma frequência aquele problema nos cilindros do motor.

Eduardo comentou:
06/05/2012 13:16

fazatuagora isso dito assim equivale a 0. É preciso saber o modelo de carro, os quilómetros, e o tipo de instalação efectuada.

O meu carro conta com 250.000km e o motor continua sólido. Existem carros na praça com muitos mais quilómetros a GPL e sem qualquer problema.

Não acredite em tudo o que os mecânicos dizem. Conheço um que também se fartava de falar mal do GPL quando via o meu carro e curiosamente agora tem um 520i a GPL :lol:

Júlio Silva comentou:
10/05/2012 10:35

Tenho um astra 1.4 a GPL com 115000 dos quais 20000 a GPL e estou muitíssimo satisfeito. Nao noto diferença na potencia e ate acho-o mais economico que um outro veiculo que eu tenho que e um peugeot 106 diesel. Gostaria de saber quais serao os gastos que eu terei com o meu carro depois dos 20000 kms?

Rui Costa comentou:
29/06/2012 01:29

Boas tenho um mercedes c200 sportcoupe do ano 2001 e queria meter a gpl mas tenho algumas duvidas…
O gpl vai tirar CV ao carro?
O motor não sofre com mudança para gpl?

Comps rui costa

Pedro Gomes comentou:
03/07/2012 15:40

Boas,

Faço 75km diários e tenho andado a pensar em comprar um veículo automóvel a gasolina relativamente recente (ando a ver ainda) dos anos 2006/07/08/09, tipo VW Golf V, Seat Leon, Renault Mégane!

Conseguirei arranjar mecanismo/instalação de GPL para os automóveis acima mencionados sem que lhe tire fiabilidade?

Isto porque, ainda não vi ninguém que procedesse à instalação GPL em carros desses anos, sendo a generalidade instalados em carros já muito mais antigos.

Deve-se a alguma razão ou não haverá qualquer problema?

Cumps.

JAST comentou:
30/07/2012 18:19

Boas, fazatuagora

O que o mecanico querem é poucos carros a GPL senão ele não ganha tanto dinheiro.
Tenho 2 carros a gpl Volvo T4 200Cv 1999 e golf 1.6 gt 1995.
O meu irmão teve 3 volvos a gpl, 480 Turbo 380 mil Kms capotou, volvo 440 turbo 250000 kms acidentado e actualmento volvo V70 250 cv 2004 230000 kms. Faz uma media de 40000 Km ano.
Sem problemas, o que é preciso em manutenção como qualquer automovel.

cumprimentos,

Jose Luis Lima comentou:
01/08/2012 23:44

Boas.
Tenho um Fiat Stilo 1.4 com 130.000Km de 2004. quando tinha 20.000Km instalei um sistema GPl. Pssado pouco tempo aluz amarela do tablier comecou a acender. Reportei o caso ao instalador que disse que era normal .Hoje o caro em frio quando o ponho a trabalhar nao se aguenta e vai abaixo; começa atrabalhar á 900 rotaçoes chega ás 1300 e desce para as 500 e começa a soluçar e desliga-se . Falei com o istalador eele disse-me que o rpblma nao era no sistema do gaz ,mas sim no sistema da gasolina uma vez que o carro arranca a gasolina.
Alguem já teve este tipo de experiencia ?
qual será o motivo que contribui para esta situaçao
Agradeço desde já o contributo que possam dar.

Eduardo comentou:
04/08/2012 17:09

Isso não é de todo normal, experimente pedir a opinião a outro instalador ou então faça uns quilómetros a gasolina para verificar se esse comportamento se mantém.

Lino Veiga comentou:
05/08/2012 22:01

Pretendo comprar um golf variant 1.4 90cv de 2002, já com o gpl instalado, a minha dúvida é o que pensam do desempenho do carro tendo em conta a potência e a relação com o gpl.

Nuno comentou:
08/08/2012 15:55

Gostava de instalar gpl, no meu opel corsa, alguem sabe os instaladores da região, Abrantes (Prefiro Castelo Branco ou Portalegre).

Joao F comentou:
13/08/2012 14:31

Boa tarde,
Tenho um nissan sunny de 1987, 1.3 a gasolina. em 2000 comecei a fazer viagens grandes e converti o carro para gpl. Uma viagem de Lisboa à Guarda gastei 35/40 euros em 2000 e dps de convertido passou a gastar 20 euros. como fiz este trajecto duarnte quase 2 anos é uma poupança relevante. O carro tinha nesse ano a volta de 90.000Km.

Hoje tem 217500Km apenas tive um problema com o redutor à 5 anos atras e este ano um problema com o radiador/aquecimanteo do motor do carro que fez aparecer o redutor congelado por perda de gas. O problema foi solucionado e está tudo normal.
Apos 130000km e 12 anos a GPL, não quero outra coisa. Gasto +-3 euros para fazer +-70km quando a gasolina iria gastar 10 ou mais. Fica mais economico que um carro a gasoleo e nunca explodiu ou deu problemas de fuga de gas por defeito exclusivo do sistema de GPL. Quanto à força do carro nao me faz diferença a perda relativa de cvs. O que poupo em dinheiro é muito relevante para me importar com a velocidade máxima ou se acelera dos 0 aos 100 em 5 segundos(lol). Apena tenho de me adaptar e mudar para uma condução mais tranquila (coisa que as autoridades aconselham).

O único contra é apenas nao existirem mais postos de abastecimento. mas até isso é contornável.

devia sair uma lei em que estacionar em lisboa com um carro a gpl fosse gratuito ou tivesse um desconto significativo e assim até havia mais pessoas que iriam colar o distico com mais orgulho.

espero que que este exemplo faça mais gente pensar em mudar para gpl. basta fazer as contas para pensarem ate tirar mais férias com o que se poupa!!!! lol
Abraços
João Ferreira

Alberto Pinto comentou:
30/08/2012 17:01

Boas tardes!
Estou interessado nos carros GPL. Está na hora de ser mais ecológico e menos destruidor da carteira.
Pesquiso carros usados a GPL mas cofesso que tenho bastante receio pois as viaturas que encontro apresentam kilometragem elevada. O meu receio é que os motores já estejam nas ultimas. Existe algum fundamento nos meus receios?

Eduardo comentou:
30/08/2012 19:50

O GPL é normalmente menos agressivo para o motor e devido ao seu baixo custo quem tem estes carros circula bastante.

Posso dar o meu exemplo, que vendi o meu 406 Coupé já com 255.000km e o motor ainda respirava saúde. Mas um carro não é só motor, dê uma vista de olhos no artigo sobre comprar um carro usado.

Spitfire comentou:
02/09/2012 20:54

Só não estou de acordo no que toca a “esticar” os intervalos das revisões, isto porque o estado do óleo não pode ser avaliado pela cor ou pelo aspecto.

GM comentou:
14/09/2012 00:53

Boa noite

Com tudo o q eu estou a ler fico c/ vontade de pôr GPL tb !
Tenho 1 Alfa Romeo Giullietta 1.4 Turbo Multiair (170 cv) e estava a pensar colocar 1 daqueles depósitos cilíndricos no lugar do pneu sobresselente. Quantos lts é q leva esse depósito e qual a autonomia só em GPL ? Alguém tem ideia dos custos p/ o fazer ?
Obrigado

pedro comentou:
18/09/2012 00:29

OLá andei a pesquisar mas não encontrei nada de concreto, se alguém me poder dar alguma informação agradecia.
Gostava de adquirir um peugeot 406 coupé pininfarina, 3.0 194 cv com kit GPL, gostava de saber os consumos, e se vale a pena.
Obrigado

Marco comentou:
04/11/2012 19:01

boas comprei agora um bmw x5 4.4i caso não fosse a gpl não o comprava. mas tenho muitas duvidas em relação ao gpl pois é o meu primeiro carro a gpl. agradecia se alguem se soubesse dizer algo. manutenção pros e contras. obrigado

Americo Castanheira comentou:
15/01/2013 11:22

Olá gasados, tenho uma nissan primera p10 wagon a gpl com 480000 km anda a gpl a´ 390000 problemas 0 revisões 0 só mudo o oleo de 10000 em 10000 e sai parece novo, aconselho.

Virgílio Oliveira comentou:
26/01/2013 19:21

Viva. Estou a pensar instalar GPL no meu carro pois faço muitos kms por semana, o que fica muito caro. A única questão que ainda tenho algumas dúvidas é relativamente a garagens. Numa cidade com muita gente e pouco lugar para estacionar é proibido deixar em garagens fechadas de prédios correto? Penso que essa seria a minha única contrapartida, mas mesmo assim quem estiver informado por favor informe-me melhor para poder tomar uma decição mais informada.
Cumprimentos.

Ze comentou:
13/02/2013 06:30

Tenho um skoda fabia a gpl adquirido recentemente. O carro é de 2002 (Kit Gpl da BRC) e tem 200mil km como sou amador nestas coisas do gpl vou colocar uma dúvida que é a seguinte: Quando o gpl esta a acabar a luz vermelha não deveria de acender?E que no meu carro o que acontece é que os led’s vao acendendo 1 a 1 e depois começam todos a piscar.Pergunto se isto será normal.

Melhores Cumprimentos

Gonçalo comentou:
27/02/2013 21:56

Tenho uma opel omega caravan 2.0 a gasolina, faz uma media de 11/100. bebe que se farta.
A questão é a seguinte: a carrinha tem 156 mil km, não haverá nenhum problema colocar o gpl. Fui a um stand e o vendedor aconselhou-me a não faze-lo porque a camara de combustão já estava muito suja e o gpl e não ia dar o resultado esperado. algume pode tirar esta duvida. pois gosto muito da carrinha mas queria uma solução. Aguardo uma resposta vossa.

Eduardo comentou:
03/03/2013 23:08

Gonçalo existe sempre uma descarbonização do motor com a utilização do GPL. O que poderá fazer é recorrer a uma Bosch Car Service e fazer a descarbonização do motor e verificar se o consumo de óleo aumenta consideravelmente. Se o consumo não aumentar pode colocar GPL à vontade, porque com o GPL vai acumular muito pouco carvão.

Moura comentou:
04/03/2013 11:45

BOm dia
Gostava de saber qual a vossa opinião quanto a converter um peugeot 206 1100 cm3 de gasolina para GPL. Penso que o sistema de injeção é dos antigos. Este motor não é demasiado fraco para converter para GPL?
Cumprimentos

Eduardo comentou:
11/03/2013 23:03

Moura faça bem as contas se compensa ou não. Pode não vir a fazer quilómetros suficientes para recuperar o investimento.

Carlos Carvalho comentou:
13/03/2013 23:38

Boas,tenho um Renault Laguna 1.8 de 1996 e coloquei a GPL comprei este carro já para este efeito faço muitos Km,já era adepto do GPL tinha um Lancia Delta de 1994 1.4 e coloquei GPL já contava com 220.000 Km também não aconselhavam devido aos Km mas arrisquei na minha mão fez 20.000 Km a GPL e nunca tive problemas só tive azar de ter um acidente em que o carro sofreu um embate por trás empenou a carrocaria mas o depósito do GPL ficou intacto, este Laguna que comprei já tem 156.000 Km instalei o kit de GPL já fiz 2500 Km em dois meses sem problemas.
Os defeitos que põe nos carros a GPL são tabus sem fundamento, além de ser mais económico é amigo do ambiente .

PEDRO LEON comentou:
20/03/2013 18:57

boa tarde, gostava ke me dessem a voça opiniao , tenho um seat leon de 2002 1.6 16v 105cv e gostava saber se o carro perde rendimento a nivel de velocidade ou de força e kual o valor da mudança para G P L

Eduardo comentou:
21/03/2013 23:36

Pedro depende do kit e da afinação. Existem carros que perdem até 5cv, outros que a potência até aumenta (injecção liquida). O melhor é consultar alguns instaladores e pedir alguns orçamentos e ver os kits que lhe são sugeridos.

Paulo Rodrigues comentou:
01/04/2013 22:30

Saudações!
Como utilizador de GPL desde à 10 anos só tenho a dizer bem.
Só tenho ums chamada de atenção a dizer aos que estejam interessados em converter os seus automóveis para GPL. Na altura eu também não sabia e gostaria de ter sabido antes de ter realizado a conversão.
Tenho um Rover 618 si. motor 1800 a gasolina. Converti-o para GPL e já anda assim há 10 anos.
A unica desvantagem que descobri posteriormente é que o meu motor tem válvulas macias. Por essa razão se eu circular com rotações muito elevadas elas aquecem e dasafinam, ficando o motor a funcionar mal e tendo que reafinar as mesmas.
Contudo hoje já existem meios para fazer face a essas situações.
De resto, ainda na semana passada fui de Bragança a Lisboa e voltei com uma poupança em combustível muito agradável. Isto sem contar que a minha esposa é professora e tem um diesel 1.5. Fizemos a experiência e passou a levar o GPL para a escola onde tinha sido colocada a 60Km de casa. Passámos a poupar 20,00€ de combustível por semana face ao diesel.
Quanto à realidade de não poder estacionar em parques fechados. Portugal é dos poucos países em que isso acontece. E porquê? Porque há interesses que assim seja. Os gases produzidos pela combustão são muito menos nocivos que o monóxido de carbono. Fugas. O sistema GPL é autoselante!!! Perigo de explosão do dopósito! Bom a respeito disso o depósito da gasolina pode explodir a partir dos 600ºC… o do GPL a partir dos 3.000 (três mil)ºC. É tudo psicológico pois as pessoas sentem o cheiro a gás e ficam logo assustadas. E depois porque é que os nossos parques proibem veículos GPL? Porque muito provavelmente não cumprem devidamente as normas europeias de renovação de ar dos seus espaços……
Só tenho a dizer bem do GPL.
Um abraço a todos.

Alberto comentou:
13/04/2013 18:29

Alguém sabe a verdadeira razão pela qual os construtores não fazem (de raiz) veículos a gás (GPL ou GNC)?
É certo que várias marcas já lançaram no mercado versões bi-fuel. Mas isso não responde à questão acima colocada, pois se trata sempre de veículos concebidos para consumir gasolina e ADAPTADOS para gás.
A questão é a de saber pq razão nenhum dos construtores de automóveis encara o gás como um combustível autónomo, desde logo concebendo o veículo de raiz para usar gás, designadamente o sistema de armazenagem (depósito), admissão, carburação e escape.
A desculpa do preconceito não me convence,uma vez que a moda dos carros eléctricos é posterior e vai pegando, apesar da exorbitância dos preços desse tipo de veículos e das enormes limitações em termos de autonomia – defeitos que não existem com a propulsão a gás.
A desculpa do lobby do petróleo tb não me convence, por duas razões: 1ª os construtores de automóveis têm melhorado substancialmente os consumos dos veículos e até já fazem veículos eléctricos (ou seja, estão a fazer um esforço para diminuir o consumo de derivados do petróleo); 2ª O gás é um produto normalmente explorado pelas petrolíferas (ou seja, o aumento do seu consumo tb é do interesse das empresas petrolíferas).
Por isso, se alguém com conhecimento de causa souber responder à questão colocada,muito agradeceria.

santos comentou:
17/05/2013 13:53

Tenho lido estes comentários com muita atenção, mas na minha opinião nem tudo que relatam corresponde a verdade. antes de se decidir fazer uma transformação para gpl faça as contas aos quilómetros que faz por ano. e compare quantos fazia com o investimento que iria gastar na trans formação. garanto-lhe que qualquer automóvel a gpl fica a consumir a cerca de 30/º a mais que no consumo a gasolina, e
perde potencia entre cinco e dez por cento, verá que no fim do ano o investimento não é rentável como opinam.

pedro comentou:
19/05/2013 18:07

boa tarde a todos,tenho pesquisado muito sobre os veiculos a gpl e queria instalar no meu carro mas tou com um certo receio pois o meu carro ja tem 280 mil um bmw 318 is de 97/11 adoro o carro mas ja pensei vender pois consome muita gasolina e como esta cara.
ainda sera fiavel instalar.?
que representantes conhecem de confiança para pedir orçamentos.
sou de alverca mas desloco-me se for o caso.
obrigado a todos.

J.Leopoldo comentou:
22/05/2013 23:26

Olá a todos, grato pela muita imformação que todos partilhamos.
Acabei de adquirir um Range Rover 4.6 a gasolina, com 130.000 km em excelente estado de conservação.
Como devem concordar trata-se de uma máquina brutal que só quem já conduziu pode realmente opinar. Como infelizmente esse prazer sai caro, resolvi investigar no sentido de o transformar rápidamente para GPL. Será que alguem me poderá informar um instalador de confiança, pois gostaria de saber qual o custo aproximado para um equipamento de ultima geração ( tipo auto-lub) com injecção de gas liquido e que ao mesmo tempo injecta gasolina ou oleo para lubrificação do próprio motor???

Eduardo comentou:
27/05/2013 00:40

Alberto os carros comercializados novos a GPL são sempre bi-fuel. Sempre foi assim em vários mercados, não só em Portugal. Estas versões normalmente trazem um depósito reduzido de gasolina. Devido às limitações do GPL como combustível é sempre necessário arrancar a gasolina para aquecer o GPL e evitar que este congele a régua de injectores.

Alguns fabricantes chegam a mudar a composição das sedes das válvulas em motores bi-fuel, portanto adaptados ao GPL.

santos é óbvio que é necessário fazer contas. Por não se fazerem contas é que temos tanto carro a gasóleo na nossa estrada. Agora esses 30% de aumento de consumo e 10% de perda de potência estão muito errados, ou então estamos a falar de um carro a carburador com um kit aspirado.

J.Leopoldo posso sugerir a Front Fuels, faz instalação de kits de injecção liquida o que reduz a temperatura da combustão e atenuam o desgaste prematuro das válvulas. Segundo a lista da Borel esse motor não precisa de qualquer lubrificação adicional.

powerslave comentou:
04/06/2013 18:24

Santos, é melhor fazer uma actualização a esses dados, em especial ao da “perda de potência”.

Carlos Duarte comentou:
08/07/2013 15:29

Boas. O meu carro OPEL CORSA C de Maio de 2004 foi convertido em setembro de 2008 para GPL e agora Pretendo saber que tenho de fazer para poder estacionar em garagens coletivas e parques subterrâneos. Sei que os que foram convertidos a partir de Novembro de 2007, podem estacionar am Garagens Coletivas e Parques Subterraneos, mas gostava de saber quais os custos .

Eduardo comentou:
08/07/2013 23:11

No artigo Saiu finalmente a portaria sobre o GPL Auto tem mais informações sobre os procedimentos a tomar, o tamanho do autocolante, onde o colocar, etc.

João comentou:
09/08/2013 12:39

boa tarde,

estou a pensar comprar um BMW 520 i de 1997, o carro tem apenas 93.000kms e estou a pensar passa-lo para gpl. alguem me pode dizer o que acha? se é uma boa opção? e se sabem por quanto me ficaria ($$$)?

Eduardo comentou:
18/08/2013 11:43

João esse carro só fazia 5800km por ano? Esse carro é uma má aposta, o GPL será certamente para poupar, um carro com essa idade vai trazer algumas despesas escondidas e será que esses quilómetros são reais?

Aconselhava um carro mais recente.

Paulo comentou:
23/08/2013 21:31

Tenho um Fiat Punto Bifuel há 2 anos. Há duas semanas atrás diz a revisão dos 60000 onde levou filtros novos e velas. Dois dias depois abasteci numa bomba na moita que comercializa GPL da galp comecei a sentir o carro a soluçar além de perda de força. Voltei à oficina onde desmontaram o filtro do gás e viram que estava sujo com “óleo”. Já aconteceu a alguém ter entrado “óleo” no depósito? E já agora é possível fazer uma limpeza ao depósito e tentar tirar o que quer que seja que esteja a ensopar o filtro? No posto dizem que o que pode aparecer é água e não óleo mas o certo é que o filtro sujo e o papel que na oficina usaram para limpar o que saiu na desmontagem cheira e tem aspecto de óleo…

Eduardo comentou:
28/08/2013 22:16

Paulo todo o GPL tem restos de “óleo”, até o próprio gás natural que usamos em casa. Esta contaminação ocorre mais com GPL mais rico em butano que propano (Repsol por exemplo).

Os soluços não estão relacionados certamente. Costuma abastecer regularmente com GPL da Galp ou com GPL de outra marca?

jose maria da silva comentou:
30/08/2013 19:02

diz-se que circular a gas fica mais barato concordo. mas discordo porque quando se mete gas em algumas bombas a coisa complica-se foi o que me aconteceu no posto galp do Bombarral na A8 .ao atestar verifiquei que ainda tendo gas no deposito eo mesmo leva 32 litros quando omarcador marcava 36.17 desliguei e queixei-me a funcionaria a resposta que obtive foi que as bombas estão aferidas

Eduardo comentou:
01/09/2013 14:22

José se o seu depósito leva 32 litros deverá ter um depósito de 40 litros (80% de margem de segurança). Não abasteceu num dia de calor nem reparou se a bomba começou a colocar o gás mais devagar?

Digo isto porque, infelizmente, vejo por vezes pessoas a abastecer GPL e com a válvula a fazer barulho que chegou ao limite continuam a forçar meter gás e continuam até a bomba parar, o que não lhe dá saúde nenhuma.

João baptista comentou:
14/03/2014 00:13

Tive um colt 1200 a gpl de 1985 fui de 66 aos 400 mil .parou comprei outro lancer carrinha já dos 287 e já vai com 345 mil .gpl desde 1998.nunca tive problemas relacionados com gpl.l

João Dias comentou:
22/07/2014 17:39

Boa tarde amigo
Gostaria só de lhe colocar uma pequena questão, em caso de acidente, não há um risco mais elevado de ocorrer uma explosão ou algo do género?
Recentemente tive um sinistro em que um individuo me bateu na traseira do carro, se o veiculo fosse a GPL, qual o risco que eu e o outro ocupante do veiculo correríamos realmente?
Um abraço, muitos parabéns pelo blog!

Roberto Pereira comentou:
09/08/2014 20:05

Amigos eu estou a pensar comprar um kit gpl usado para o meu fiat palio wekeend 1.2 73cv ( que para mim “bebe” demais )
Que conselhos me dao , que tipo de kit devo comprar e em Lisboa onde devo instalar?
E preços?

Obrigado

Eduardo comentou:
11/08/2014 18:10

João Dias não tem qualquer problema. Em 2010 na A25 ocorreu um grande acidente em cadeia tendo existindo um incêndio. A ideia foi logo descartar as culpas para o carro a GPL que lá se encontrava, mas o depósito não tinha ficado deformado ou perdido qualquer gás. O carro estava desfeito.

Dê uma vista de olhos em Os carros a GPL não explodem.

Roberto Pereira um kit de GPL usado não é uma boa ideia. Informe-se com um instalador e peça um orçamento. Poupar no kit de GPL é meio caminho andado para ter problemas com o carro.

Luis M comentou:
13/08/2014 14:44

Ora viva a todos.
Finalmente, após tanta gente que me denegriu a imagem dos sistemas de GPL Auto (sedes das válvulas que queimam, motor que sobre-aquece demais, consumos que aumentam 30%, motor que se engasga constantemente, manutenção adicional do sistema excessivamente cara e muito frequente, diversos fornecedores de GPL uns com gás de muito fraca qualidade e outros melhores…etc,etc,etc…)…..decidi arriscar na mesma baseado em diversos comentários deste blog e de um ou dois amigos que me falaram bem.
Por conselho da própria FIAT (é um Fiat 500 Abarth com 170 CV), pedi para me instalarem um lubrificador eletrónico tendo em consideração que o motor tem turbo. Este requisito foi confirmado pelo instalador.
Fiz apenas 250 kms com o carro (deveria dar para uns 500 km pelo menos, com o deposito de 51 litros de gás, pois a gasolina faz 450 km com 35 litros)…..e já me está a piscar a luz que avisa que está a ficar sem gás no deposito. O instalador diz-me para não me preocupar muito pois o sistema que mede a quantidade de gás no deposito não é fiável e engana muito. Sossegou-me dizendo que deverei andar bastantes kms com a luz a piscar (????).
Tirando isto, o carro até parece estar a puxar melhor (!!!!) o que não deixa de me surpreender. O instalador diz que é normal em motores turbo. Sugeriu-me que fizesse mais 3 abastecimentos antes de começar a apurar as médias de consumo pois a Centralina precisa de algum tempo para se adaptar a esta nova gestão com gás em vez de gasolina.

Alguém tem uma opinião ou experiencia que me possa comentar sobre esta questão do consumo estranho nos primeiros quilometros?

Eduardo comentou:
13/08/2014 14:54

Luis M deixe o gás acabar (o sistema passa para gasolina), ateste, coloque o contador parcial a zero e circule normalmente até o gás acabar. Volte a atestar e faça as contas. Pode dar uma vista de olhos em Como calcular os custos do consumo de combustível.

Tenha também em atenção que o depósito nunca enche por completo, apenas a 80% da sua capacidade por questões de segurança.

Os leds não são fiáveis porque podem apagar muito depressa ou mais lentamente. No meu 406 que tive a GPL nunca me acendeu a luz de reserva, o gás simplesmente acabava no depósito. Guiava-me pelos quilómetros que fazia com cada depósito e já sabia que cada led equivalia a X quilómetros.

PC comentou:
19/08/2014 14:57

Vivam!

Estou ‘tentado’ em comprar o novo Opel Insignia Insignia 1.4 Turbo FlexFuel Selection (com GPL de fábrica). Alguém possui esta viatura? O que acham da escolha? Há ofertas melhores no mercado?

Obrigado.

PC

Luis+M comentou:
20/08/2014 13:56

Tem razão! Já tive oportunidade de encher 2 depósitos a gás (é um deposito de 51 litros mas só encheu 43,5litros de cada vez. O Fiat 500 Abarth continua a trabalhar que nem um relógio suíço. Apenas se engasga ligeiramente quando o deposito de gás está quase vazio e estou a puxar pelo motor…..hesita ligeiramente na resposta e avisa que passou para gasolina.

A gás (0,67€/litro) fica-me a 6,7€ por cada 100 km. Se fosse a gasolina (1,55€/litro de 98 oct do intermarché), ficava-me a 13,3€ por cada 100 kms……uma poupança de 6,6€/ por cada 100 km!!!

Comparando com o carro a gasóleo que tenho (1,25€/litro no intermarché) e que me gasta 10,8€ por cada 100 km….a poupança é de 4,1€ por cada 100 km.

Comparando com o combustível a gasolina, o investimento de 1.650€ (com lubrificador eletrónico incluído) vai pagar-se ao fim de 25.000km (pouco mais de 1 ano). Comparando com o meu carro a gasóleo (que passarei a usar muito menos….só para viagens em familia), o investimento vai pagar-se em 40.000 km (2 anos sensivelmente).

Nem sequer estou a abordar a eventual poupança nas mudanças de óleo+filtro de óleo+mão de obra que no carro agora transformado a GPL, deverão reduzir para metade.

Luís comentou:
26/08/2014 00:08

Estou a pensar comprar um S40 que, segundo indicam, é de 1800cc, está equipado com sistema GPL e tem 220.000Kms. Face a esta quilometragem, sabem-me dizer, pf, se vale a pena?

Emanuel Pinto comentou:
06/09/2014 00:05

Boa noite, estou a pensar em adquirir um Peugeot RCZ 200 a gasolina será que é viável coloca-lo a gás, alguém me pode dar uma dica. Qual o sistema mais adequado? Na zona de Coimbra alguém conhece um bom instalador?

Eduardo comentou:
07/09/2014 13:09

Luis M é normal engasgar ou perder potência com pouco gás no depósito, acaba por perder pressão como escrevi no artigo.

Emanuel Pinto informe-se com um instalador, terá que ser um kit de injecção directa e nem todos os carros de injecção directa podem ser transformados.

António comentou:
10/09/2014 10:08

Boas!

Tenho andado pensar em adquir um carro novo ou melhor uma carrinha e atendendo a já lá vai o tempo em que o diesel compensava vejo o GPL como uma verdadeira alternativa…. Mas sinceramente vejo o deposito como um estorvo para alem de me retirar espaço na mala perco a funcionabilidade ou qa vantagem de rebater os bancos traseiros…. e o deposito para o lugar do pneu subrecelente não parece alternativa uma vez que é pequeno e retira-me o pneu… não vejo aqueles quites ranhosos como solução.
será que nunca ninguem pensou em substituir o deposito de origem de um carro que é um elemento facil de retirar e colocar um com 2 compartimentos separados… tipo 10 litros para gasolina e o restante para gás sei que existem varios formatos e tamanhos e que dentro da mesma marca os depositos variam de tamanho e forma mas com a crescente adesão ao GPL se calhar seria uma solução. Ou esta solução/desejo que estou a qui a colocar já existe e eu é que não me estou bem informado? (digam que sim que já existe)

Eduardo comentou:
15/09/2014 21:01

António não é possível, existem locais específicos onde um depósito de GPL pode ser instalado.

Onde causa menos transtorno é no local do pneu suplente, desde que o carro tenha um pneu de tamanho normal e não de emergência, caso contrário a autonomia será pouca. Pode colocar um depósito maior mas vai levantar o fundo da bagageira e possivelmente perder mais espaço para carga do que ao colocar um depósito cilíndrico atrás dos bancos.

Se ainda não comprou o carro tenha isto em consideração.

ADELIO SANTOS comentou:
15/02/2015 17:35

tenho um citroen xsara 1.6, sendo que instalei gpl há cerca de seis anos.
últimamente, no primeiro arranque do dia a viatura começa a soluçar, acendendo uma luz dizendo “avaria no motor”.
ninguém sabia o que era, os mecânitroen diziam que era do GPL.
Na citroen mudaram-se quase tudo, velas, correias de distribuição, etc.
o carro continuava na mesma.
já desesperado deixei a viatura na citroen e disse-lhes que queria o carro arranjado, pois já tinha pago cerca de 1.000 euros.
Fui buscar o carro há três dias e acontece que a avaria deixou de existir, tendo sido informado pelo mecânico que tinham aberto o motor novamente e afinado as válvulas, uma vez que as mesmas estavam todas desafinadas e com vários defeitos devido ao GPL.
Tudo isto se passou numa oficina da rede citroen, não sei em que acreditar.

Eduardo comentou:
18/02/2015 22:10

Adélio a Citroën não é a melhor marca para assistir um carro a GPL. Aliás na Citroën de Sacavém (que não recomendo, com ou sem GPL) têm um aviso onde indicam que não assistem carros a GPL.

O que deveria ter feito no seu caso era ir ao seu instalador para verificar se o sistema se mantinha afinado. Afinal de contas é a meu ver estranho que o GPL no espaço de 6 anos só agora tenha causado problemas.

Há quanto tempo não afinava as válvulas do carro e de quantos em quantos quilómetros devem ser afinadas?

Cardoso comentou:
22/02/2015 19:26

Tenho um carro ,1800cc, a gasolina levava 110€, com o deposito que instalei, leva 30€,é o sistema mais moderno,Há 4 anos quando fui á inspecçao, o engº ficou de boca aberta com o sistema, nem tao pouco conhecia tal. Sistema automatico de combustivel, e a velocidade de ponta é igualzinha, Foi do melhor que fiz, e até hoje já andei mais de 90,000 km sem qualquer problema. Será da marca tambem? ou a instalaçao que é um exito? Mas tambem dou um concelho: de longe a longe uma viagem de 100km, a gasolina tambem ajuda a durabilidade do motor.

nelson comentou:
07/03/2015 12:07

Depois de ler tantos comentarios nao encontrei nenhum que fala se da instalaçao de GPL num Ford Fiesta 1.25 de 82cv de 2009.
Pelos comentarios denoto queo Eduardo tem algum conhecimento sobre este assunto por isso pergunto se será possivel instalar o kit GPL neste carro.
O carro tem perto de 55mil km comprei novo.
Sei que tenho feito perto de 10mil km por ano o que podera nao compensar muito, mas tambem nao tem mais km pois tambem evito fazer grandes saidas pois cada deposito a gasolina fica em aproximadamente 70€ para fazer 550km quando é.
Com GPL provavelmente faria bem mais km.
O que gostaria de saber era se será possivel instalar? Qual o kit? Na Zona centro(Abrantes, Tomar,Entroncamento, Santarem,Leiria) qual o melhor local para o fazer e mais ou menos um valor?

Eduardo comentou:
08/03/2015 16:47

Cardoso convém realçar que 110€ de gasolina fazem mais quilómetros que 30€ de GPL. Comparando com o preço da SC98 que é mais cara estamos a falar de mais 20 litro de combustível, e a comparar com a SC95 são mais 28 litros.

Contas redondas, para um carro que consuma 10l/100km são mais 200 ou 280km de autonomia a gasolina. Deve comparar sempre o custo por cada 100km.

Nelson infelizmente desconheço o motor, não sei se é de injecção directa ou não. O melhor será verificar com um instalador a possibilidade de converter o mesmo. Na zona centro não conheço nenhum instalador que lhe possa recomendar, apenas conheço na zona Oeste a Usse GPL, representante da BRC.

Gonçalo comentou:
13/04/2015 01:58

Boa noite
Tenho um Honda H-RV 1600 que converti para GPL há mais de 5 anos e nunca me arrependi, muito pelo contrário.
Agora vou ser pai de gémeos e por isso preciso de um carro maior. Devo comprar um Nissan Qashqai +2 a Gasolina (o que tive que correr para encontrar um…) e estou a pensar converte-lo para GPL também.
Acham boa ideia? Alguém conhece algum? Como são os consumos reais do Qashqai +2?
Cumprimentos

Vitor Aires comentou:
26/05/2015 19:09

Boas.
Adequiri recentemente um Qashquai 2.0 +2 de 140 cv a gasolina. Pensei que com esta motorização me fosse “divertir”, mas não. É lento e não corresponde à cavalagem que tem.
Desconfio (visto não perceber nada de carros) que não tem turbo, é possivél? Se sim, o que me dizem se colocar o sistema GPL?

Eduardo comentou:
26/05/2015 22:39

Vitor Aires desconheço os motores do Qashqai, mas pela potencia aparenta ser um motor atmosférico (sem turbo). O sistema de GPL não vai fazer grande diferença na potência do carro, pode ter uma melhoria em baixas mas nada de extraordinário.

Gustavo comentou:
17/06/2015 09:00

Gostaria de saber quanto custa converter para GPL um Fiat Panda de 2010 a gasolina, com 69cv se não estou em erro.

E também se o indicador de combustível (aquele dos l/100km de média e o de tempo real do l/100km) funciona com o GPL.

obrigado

Pedro Figueiredo comentou:
18/06/2015 12:56

Tenho um carro com sistema GPL há cerca de 10 anos, atualmente qd ao ralanti o carro apresenta um trabalhar irregular, de resto não tem qualquer falha emandamento ou mesmo no arranque. O instalador não consegue eliminar o problema. Pf alguém tem uma sugestão?
Agradecido

Eduardo comentou:
20/06/2015 14:57

Gustavo os custos de conversão variam de kit para kit, o melhor é contactar alguns instaladores e obter orçamentos. Em relação ao computador de bordo ele continua a funcionar.

Gustavo comentou:
28/06/2015 14:52

Olá Eduardo,

Fiz exactamente isso no dia em que escrevi o post anterior.
contactei vários instaladores na zona de lisboa e anda tudo entre 1400 e 1500 euros. Onde foi a Galp buscar os 800 euros não sei :)

Obrigado pela atenção

Gustavo comentou:
28/06/2015 14:55

Já agora, o deposito torico tem validade de dez anos. Depois tem de ser substituido.

quanto custa??

Eduardo comentou:
01/07/2015 21:41

Gustavo existem kits por esse valor para motores com carburador. Para motores de injecção o preço é outro, injecção directa ainda mais caro fica.

Em relação ao depósito penso que tem que ser verificado e não substituído. Não estou a par da lei neste momento.

Gustavo comentou:
16/07/2015 21:00

Obrigado pela resposta e desculpe pelo atraso :)

joao comentou:
26/07/2015 07:46

Estou com um dilema sou estafeta , estava pensar uma berlingo a gasolina e depois transformar a GPL , mas o preço da carrinha + a instalação , fica basicamente igual se comprasse ja uma a diesel e depois acho que em consumos vai dar o mesmo :

berlingo gasolina + GPL = 10 L / 100

Berlingo diesel = 7L/100

a berlingo diesel como sabem faz 500 00 kms . agora como tambem sabem carro gasolina faz bem menos kms.

Eduardo comentou:
27/07/2015 23:16

João essa questão do carro a gasolina fazer menos quilómetros que um carro a gasóleo é falsa.

Esse mito cresceu porque quem antigamente fazia muitos quilómetros optava por carros a gasóleo por compensar monetariamente e as empresas com a redução de IVA também optam por carros a gasóleo e fazem bastantes quilómetros.

Em relação a custos não sei onde abastece, mas se tiver em conta os preços actuais da Galp, a GPL com esse consumo iria ter um custo de 6,14 Eur a cada 100km, já a gasóleo o custo é de 8,74 Eur.

Paulo comentou:
11/08/2015 00:18

Olá.li q ñ compensa transformar um carro a diesel para gpl.isso será correto?obg

Eduardo comentou:
16/08/2015 22:27

Paulo sim não compensa a conversão de um carro com motor de ciclo Diesel para GPL. Apenas em pesados é que compensa uma vez que continua a gastar ambos os combustíveis em simultâneo.

Num motor de ciclo Otto (gasolina) este sim funciona exclusivamente a GPL ou Gasolina, não sendo necessário consumir ambos em simultâneo.

Filipe comentou:
11/09/2015 00:58

Boa noite. Tenho um Scirocco 1.4 Tsi de 160cv ao qual desaconselharam-me a conversão para GPL. O motivo principal é que esta motorização é muito sensível e muitos a gasolina tem tido problemas de compressão num dos pistões, que levaram à substituição do motor. O meu até hoje não tem tido problemas e conta já com 80.000km. As minhas questões são: Se realmente é desaconselhado a conversão neste tipo de motor? E após a instalação do equipamento que garantias me são dadas? Obrigado pela atenção, Cumprimentos

Eduardo comentou:
13/09/2015 00:03

Filipe quando os motores TSI apareceram foi efectuada uma instalação num Golf na versão de 140cv pelo representante da BRC em Portugal. Sei que existem kits específicos para esse motor e uma rápida pesquisa mostra alguns Scirocco de 160cv convertidos para GPL.

Contacte um instalador credenciado como a Front Fuels ou a Usse GPL (representante BRC) que já têm experiência na conversão destes motores.

tiago comentou:
16/02/2016 19:07

Tenho um Renault 19 1.6 8v a gpl .
Ele tinha um motor 1.4 mas devido andar sempre ocupado e esqueci me da correia de distribuição. Arrebentou e olha lá se foi mas esse motor tinha um milhão e dez mil quilómetros e continuava andar sem problema sem folgas sem nada valvulas nada. Agr tenho um 1.6 8v e já vim a franca a Clermont e só gastei 70€ de gás. Aconcelho todos a meter GPL e muito económico. E tamos a falar de um carro com 21 anos e fiz a viagem em 13 horas. Posso também dizer que não tem folgas nenhumas. Em lado nenhum. A nível disso foi tudo trocado. E daqui a dias vou ir a Portugal com ele e voltar

João Vieira comentou:
14/04/2016 16:50

Estou a pensar comprar um carro para adaptar a GPL, que carro me aconselhariam?
A partir de 2006, até 12000€.
Faço em média 1200km por mês.
Cumprimentos

José Macedo comentou:
20/04/2016 00:09

Boas pessoal, estou a pensar seriamente em adaptar o meu carro a GPL, é um citroen C3 sx pack, gostaria de saber opiniões sobre os melhores kit relação preço qualidade e a melhor maneira de o fazer e como o fazer.. se possivel recomendações para a zona de Braga.
Cumprimentos.

António Gonçalves comentou:
25/04/2016 17:19

Boa tarde
tenho um Mercedes C 200 Compressor a gasolina e como tal gasta bastante. Como faz a maioria dos Kms dentro da cidade, gostaria de saber se compensa colocar o kit Gpl, pois dizem que só começa a funcionar a gás a partir de certa velocidade. Pelo que tenho lido só utiliza gasolina no arranque ( 30 segundos ). Gostaria que me tirassem estas dúvidas.
Cumprimentos

Eduardo comentou:
03/05/2016 10:12

António Gonçalves o GPL funciona a qualquer velocidade, o carro só muda é para GPL após X segundos ou até atingir uma determinada temperatura, e isto apenas acontece quando liga o motor.

Se parar num semáforo e arrancar ou se andar abaixo de 30km/h continua sempre a GPL.

André Faleiro comentou:
23/05/2016 00:40

Muito boa noite, já li quase todos os comentários e fiquei muito bem esclarecido em termos de consumos e perdas ou não de rendimentos, a minha pergunta se alguém me poder e saber responder é a seguinte.
A dias adquiri um citroen xantia 2.0 16v. Alterado já para GPL, a viatura encontrou se parada cerca de um ano, o antigo proprietário garantiu me que estava tudo. Funcionar..

Mas agora quando coloco o carro a GPL ele desliga se, haverá algum filtro ou assim que o faça não trabalhar?

Eduardo comentou:
23/05/2016 12:18

André Faleiro poderá ter que mudar o filtro do GPL mas poderá até ser outra situação. Deve levar o carro a um instalador de GPL para fazer uma revisão ao sistema.

Frank comentou:
17/06/2016 22:45

Tenho um civic 1600 vitec de 93, em 99 apliquei GPL, ainda o sistema de aspiração, nestes últimos 18 anos fiz 405 000 km, não voltei a mexer no sistema, há uns meses tirei o filtro e voltei a por o mesmo pois estava com ótimo aspecto!
Resumindo, não quero outra coisa, semana que vêm vou comprar outro civic, o 1.8 140 cv, e lógico, a GPL!

Fernando Garcez comentou:
18/06/2016 11:05

Depois de ler os comentários todos, também vou dar a minha opinião: quem estiver com ideias de pôr o carro a GPL… ontem já era tarde, ou seja, para mim é muito melhor que um carro a gasóleo. Tenho um Mitsubishi Space Star, comprei-a nova, e com 40.000 Km instalei o GPL, hoje tem 198.000Km, problemas zero, é só ter atenção à mudança do filtro a cada 20.000Km. Tenho um BMW 520 I, comprei-o com 85.000 Km, pu-lo logo a gás, e hoje tem 155.000Km, sem qualquer problema. Tenho uma Ópel Zafira, 1900 CDTi, 150 Cv,o motor é bom, mas é só problemas com electrónica. Portanto, não exitar, GPL é que está a dar.

Jorge comentou:
23/06/2016 17:30

Boas pessoal. Ando analisar vários prós e contras do gás e até agora tem sido melhor os prós que os contras. Mas a minha dúvida está no meu carro e gostaria que algum entendido me ajudasse. Tenho um golf v 1.4 tsi 140cv é de 2008/01 e tem neste momento aproximadamente 80.000km. Gostaria de saber se a instalação do gás me iria compensar num carro com turbo e injeção direta. Obrigado

Eduardo comentou:
30/06/2016 23:24

Jorge existem kits específicos para carros com injecção directa. O valor é superior aos kits “normais” mas continua a compensar tendo em conta a diferença de preço entre a gasolina e o GPL.

Tiago comentou:
15/07/2016 20:02

Boas, gostaria de saber se o GPL é fiável no Honda civic versão 8, 1.8 140cv, estou curioso porque me disseram que não é fiável em carros japoneses. Já agora se é fiável qual o melhor kit e ouvi falar em flashlube julgo eu, ajudem-me porque comprei o carro agora e gostava de saber o que fazer. Obrigado.

Eduardo comentou:
23/07/2016 09:23

Tiago depende se o motor tem válvulas macias ou não. Esse motor em questão desconheço, o ideal é informar-se com o seu instalador.

Miguel perestrelo comentou:
30/08/2016 15:45

Boa tarde tenho um Nissan 200sx 1.8 a gasolina o carro tem turbo. O carro actualmente está quase sempre parado pois está mexido de motor tem perto de 300cv logo tem consumos estúpidos daisso a razão de tar parado. Sabem me fizer quanto custa para meter a GPL? Posso dizer que com 20euros faço aproximadamente 60 70 km…. tão a ver o meu drama ne? Posso saber kt ficaria a gastar mais ou menos ou kts km faria por exemplo com 20euros? Obrigado

Era importante saber isto para saber se compensa ou não senão irei vender o carro mas tenho pena pois gosto bastante do carro

Daniel M comentou:
03/01/2017 20:40

Alguém tem ideia de quanto custa instalar num Megane 2, (1400)?
Obrigado

Ivo comentou:
14/01/2017 14:26

Boa tarde

Estou a pensar em comprar uma carrinha KIA Ceed (1.4 cvvt) ou Hyundai I30 equivalente e instalar KIT GPL. Alguém tem a experiência de consumos a GPL?

Nandes comentou:
15/01/2017 21:13

Procuro um carro a partir de 2007 a gasolina para converter a GPL familiar que modelos aconselham para gpl a nível de fiabilidade?

Paulo Barros comentou:
27/01/2017 14:15

Boa Tarde
Tenho um Ford Fiesta 1.25 de 1998 que está como novo e estava a pensar coloca-lo a GPL. Desaconselharam-me pois o motor é pouco potente e que quando estivesse a gás poderia aquecer mais…. Alguém tem um? O que aconselham???

Eduardo comentou:
29/01/2017 14:54

Paulo Barros pergunte a essa pessoa qual é a relação entre a potência do motor e a temperatura do mesmo a GPL, porque esse comentário não faz qualquer sentido.

Existem carros com menos potência e cilindrada novos, a GPL, no mercado.

jose cardoso comentou:
14/03/2017 22:29

Preciso da vossa ajuda e conhecimentos nesta matéria. Comprei Ha 2 meses um Kia rio a gasolina e estou insatisfeito no que diz respeito aos consumos, pois as marcas para venderem, fornecem numeros baixos e na pratica os carros gastam muito mais. Ao ler os vossos comentários fico com a ideia de que mudar para gpl , seria o melhor.
Os carros neste caso ficam com os dois sistemas, a gasolina e a gpl?
Os carros dentro da garantia, com esta alteração, perdem-na?
É que o meu percurso, ronda os 50 km diarios, estrada e depois cidade com para arranca, estando a gastar a volta de 6,5litros. Isto andando devagar.
Obrigados
Jose cardoso
Já agora, moro na zona de Alverca, por aqui há instaladores?

Eduardo comentou:
19/03/2017 20:06

José os carros ficam com os dois sistemas, o motor liga sempre com gasolina e depois passa para GPL automaticamente.

A garantia perde-a, excepto se a instalação for feita pela marca ou nalgum acordo entre um instalador e o concessionário onde adquiriu a viatura.

Mas deixe-me que lhe diga que 6,5 litros para um carro a gasolina em pára-arranca não é nada de anormal.

Adicionar um comentário

Quer adicionar uma imagem pessoal ao seu comentário? Registe-se gratuitamente em Gravatar

Adicionar comentário

Copyright © 2005 - 2017 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.