Discovery “Bling Bling”

Land Rover Discovery 3Pois é, eu finalmente tenho um carro “bling bling” num dos meus sites. Yoh yoh, bad mofo! Agora só me faltam umas correntes bling bling e já posso ir para a MTV para um clip qualquer de hip-hop.

Fora de brincadeiras, eu até gosto de ver os carros assim, dá-lhe um aspecto intimidante e o pessoal respeita um carro assim. Claro, tinham que vir os “amerdicanos” para distorcer a realidade e transformarem os SUV’s em maquinas de fazer dinheiro do hip-hop. Agora os jipes comem por tabela e também já não são vistos com bons olhos, mas o tuning também não é bem visto por isso.

Se quiserem ver o resto das fotos acedam ao site carros tuning.

Novo Eclipse Spyder GT

Mitsubishi Eclipse Spyder GTAntes de mais não sei que se passa, mas a Mitsubishi deve ter descoberto o duque de Bragança, os nomes dos carros deles andam a ficar complicados.

Fora de brincadeiras, foi apresentado o novo Mitsubishi Eclipse Spyder GT de 2007. O interior está porreiro, muito simples como um roadster/spyder deve ser. Pena o design exterior estar cada vez mais americanizado, muito “phat” e não seguirem o exemplo da Mazda com o MX-5, que é um carro pelo qual me tenho vindo a apaixonar lentamente.

De qualquer forma no RSportsCars estão mais fotos do Eclipse Spyder.

Fusca da Leandrini

Fusca LeandriniA Leandrini voltou a atacar! Desta vez foi um Carocha com o interior completamente remodelado com manómetros da Autometer (os Cobalt, como foram usados no Golf GTI), e o Carocha ficou com um ambiente no interior excelente.

Podem ver mais fotos no artigo fusca renovado. Roam-se de inveja mentecaptos que falam mal do tuning.

Miura está de volta!

Miura ConceptMais uma alegria no mundo automóvel. O que se passou com o Ford GT40? Exacto, tem a sua versão renovada, de nome Ford GT. E o que é poderá a acontecer com o Lamborghini Miura?

Bom, por enquanto é só um concept, mas espero que este carro veja a luz do dia no que toca à produção. Os automóveis estão a ficar “retro”, mas num bom sentido, falando do tempo em que os carros eram feitos com paixão, numa altura em que era disputado qual o melhor super-desportivo, e não apenas uma questão de vendas.

Voltem a produzir o Miura, tenho a certeza que o Jamiroquai o iria adquirir para o ter estacionado ao lado do seu Miura original.

Tunning

Por favor parem de escrever tunning! Até mete impressão, tanta gente que escreve tunning, até o pessoal das lojas de computadores em vez de modding escreve tunning.

Sinceramente não percebo de onde vem o N repetido, não faz sentido. E não digam tÂninguÊ à moda das tias de Cascais, escreve-se tuning e lê-se tuning por isso parem lá com a dica do tunning.

É por estas e por outras que eu prefiro dizer que tenho um carro modificado e não um carro do tuning.

Carros modificados

Carros modificadosÉ um facto, ninguém o pode negar, a moda dos carros modificados está em todo o lado. Antigamente a moda era ter uma mota, agora toda a gente quer um carro modificado, e mesmo que de uma forma discreta existem muitos carros modificados nas nossas estradas.

Desde o mais modesto Fiat Uno até a um magnifico Ferrari 360 Modena, os carros modificados aparecem nas estradas nacionais como que se de algo normal se tratasse. Ainda à pouco mais de 7 anos existiam poucos sites sobre carros modificados, hoje em dia são tantos que competem entre eles e partilham conteúdos e informações.

No entanto, como em tudo, os portugueses deixam-se sempre ficar para trás. O problema não é a nossa localização ou o nosso poder de compra, o problema é o de sempre, é o povo. No Brasil a cena dos carros modificados cresceu de tal forma que foram criados espaços a pensar nos adeptos deste movimento, foi criado um café, chamado Racing Café (o verdadeiro, não aquela tentativa de café no Cacém). Ideias não faltam em Portugal, mas a ganancia é tão forte que esses projectos acabam por ser meras conversas de café.

No Brasil no entanto continuam a existir carros modificados de baixa qualidade, ou como cá temos os jovens que gostam de impressionar as raparigas no seu carro antigo sem caracter, adicionando uns “mijas-mijas” com leds azuis e uma saida de escape universal, material que faz barulho e dá nas vistas e é barato. No entanto no Brasil, tal como a sociedade, existe uma grande diferença entre os carros realmente modificados e os carros “espanholados”. Temos máquinas como Maserati ou Porsche e outros carros mais modestos como Audi ou Volkswagen, no entanto a escolha do material e o bom gosto é de tal maneira cuidado que acabam por se produzir sempre carros modificados de grande qualidade.

Um carro para ser modificado não precisa de muito, basta que de origem seja um carro com carácter, com aspecto desportivo, com linhas arrojadas, depois bastam 4 jantes, umas molas para rebaixar e ai está um carro modificado de uma forma muito simples e com cabeça. Não vamos por um “aileron matias” num carro familiar com uns tampões e jante 13″ não é verdade?

Tudo isto para dizer que os carros modificados (ou tuning como lhe chamam cá) estão para ficar, embora o mau gosto ainda predomine nas mentes mais “saloias” de alguns portugueses.

O último Top Gear de 2005

Mazda MX5Foi dia 27 o último episódio do Top Gear da série 7, mas eles voltam na primavera (tal como o Fifth Gear).

Foi testado o Volkswagen Golf R32 contra o BMW 130 e o veredicto caiu sobre o R32. Pessoalmente também concordo, acho que naquele caso o Golf é mais carro, embora eu não goste de Golf’s. Também fizeram uma brincadeira e colocaram a “geração” Max Power contra os proprietários de carros classicos, e o resultado está à vista (também escolheram um carro muito mau). Também tiveram a corrida entre o Mazda MX5 e o Greyhound e o Jeremy esteve a tentar descobrir as diferenças entre o simulador GT4 e o circuito real de Laguna Seca.

Ainda o momento alto de humor do programa, os prémios Top Gear com muito humor à mistura.

Copyright © 2005 - 2017 Gosto mais de Carros do que Chocolates. Alguns direitos reservados.
gostomaisdecarrosdoquechocolates.com - As opiniões, críticas e pensamentos de um "petrolhead"
Ao navegar neste site está a concordar com os termos legais e de privacidade.