Os preços dos combustíveis continuam em queda

Publicado a por Eduardo

Petróleo na Arábia SauditaEstá a chegar o fim do ano e está na altura de fazer um balanço sobre a recente queda dos preços dos combustíveis.

Já tinha indicado que o preço médio dos combustíveis desceu em 2013, e continua a queda em 2014, apesar de não chegarmos aos valores baixos de 2009.

E a que se deve esta queda? O consumo de combustíveis tem vindo a descer, a produção mantém-se mas acima de tudo os EUA, Brasil e Rússia estão a produzir mais petróleo e a aumentar as suas reservas. Aqui entra a OPEP que ao continuar a produção vai baixar o preço e de acordo com as declarações do ministro saudita do petróleo Ali Al-Naimi o preço pode descer até aos 20 dólares que não vão cortar a produção, afinal de contas se o preço for baixo deixa de compensar a exploração aos EUA, Brasil e Rússia e os países produtores da OPEP lucram com isso.

É possível que o petróleo não volte aos 100 dólares, embora não acredite, mas o combustível vai aumentar.

Novos aumentos em 2014

Posto da Repsol à noiteO combustível em Portugal vai aumentar em 2014, novos impostos mascarados de "fiscalidade verde" podem elevar o preço da gasolina em 6,5 cêntimos e do gasóleo em 5 cêntimos de acordo com os valores apresentados por Ferreira de Oliveira, presidente da Galp.

Em Portugal mais de metade do preço da gasolina são impostos

Vai certamente existir uma corrida aos postos de abastecimento a 31 de Dezembro e as gasolineiras já começaram a reforçar os seus stocks, no entanto é possível que o aumento não aconteça a 1 de Janeiro uma vez que o diploma ainda não foi promulgado.

Nem tudo é positivo

Um preço mais baixo do combustível é sempre uma boa noticia para o orçamento dos portugueses, mas quanto mais baixo estiver o petróleo, mais tempo será necessário para que novas tecnologias sejam desenvolvidas e o seu preço desça para valores competitivos.

Embora os híbridos continuem em desenvolvimento e estejam a ser lançados cada vez mais motores económicos, o salto para os eléctricos ou hidrogénio vai continuar a ser adiado deixando de existir interesse pelos fabricantes em investir quando o combustível está em valores baixos.

Continua assim a nossa dependência pelo petróleo, embora a preços mais baixos, com tudo o que de bom e de mau daí vem.

O meu conselho é continuar a praticar uma condução económica e abastecer nos postos mais baratos.

Artigos relacionados

O preço médio dos combustíveis desceu em 2013
O preço médio dos combustíveis desceu em 2013
O preço médio dos combustíveis em Portugal desceu em 2013, invertendo uma tendência de subida desde 2010, de acordo com os dados estatísticos do Mais Gasolina.
Combustíveis simples só vieram complicar
Combustíveis simples só vieram complicar
A nova lei dos combustíveis simples não trouxe nenhum beneficio ao consumidor, pelo contrário, reduziu a qualidade do combustível e o preço manteve-se o mesmo.
Placares com os preços dos combustíveis
Placares com os preços dos combustíveis
Como consumidor gosto de estar informado sobre o que compro, principalmente gosto de saber o preço de um determinado produto antes de...

Comentários

sunset
sunset
03/03/2015 15:14
É uma vergonha!!! O petróleo desce e é só aumentos este ano!!!

Adicionar comentário

Obrigado, o seu comentário encontra-se a aguardar aprovação. Receberá um email quando este for publicado
Existem erros no formulário, por favor reveja os campos assinalados.
O seu email apenas é usado para controlo de Spam e apresentar a sua imagem personalizada através do serviço Gravatar